Home»Destaque na Home»Vítimas reagem a assalto e detêm criminosos armados

Vítimas reagem a assalto e detêm criminosos armados

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Em Mogi Guaçu, os roubos a residência estão acontecendo com frequência em diversos bairros da cidade. Quase todos os dias famílias são abordadas dentro de suas casas por criminosos armados que agem com violência e fogem levando, além de dinheiro e veículos, diversos pertences pessoais de seus alvos.

Nesta semana, dois novos casos chamaram a atenção, não pelo modo atuante dos criminosos, que quase sempre é o mesmo, mas pela reação que as vítimas tiveram e pelo risco que elas correram ao irem para cima dos assaltantes armados. O primeiro roubo aconteceu na tarde da última segunda-feira (4), no Parque Cidade Nova. O caso quase terminou de forma trágica. Isso porque, disparos de arma de fogo foram feitos dentro da casa que fica na Rua João Rodrigues. Apesar do susto, ninguém foi atingido pelos tiros e o assaltante acabou sendo preso pela Polícia Militar. Tudo começou quando as vítimas, dois comerciantes, foram rendidas dentro de casa por Jesuel Aparecido Fernandes, 42. Ele estava armado com uma pistola 380 e anunciou o assalto exigindo dinheiro e pertences pessoais.

Em seguida, as vítimas foram colocadas no chão, momento em que um dos comerciantes percebeu uma distração do criminoso e partiu para cima dele, sendo que houve luta corporal no chão e dois disparos foram feitos. Ninguém foi atingido e o criminoso acabou sendo rendido pelas vítimas após ser desarmado e receber algumas coronhadas na cabeça. Fernandes recebeu atendimento médico e antes de ser preso, a PM foi até a casa dele, onde duas espingardas, 10 munições de pistola 380, um carregador de arma e um celular foram apreendidos, além da pistola usada no assalto. Na Central de Polícia Judiciária (CPJ), ele foi atuado por tentativa de latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

Capitão Marques

Já na madrugada de quarta-feira (6), Alexandre Muraro Cruz, 31, entrou em uma casa na Rua Vereador Luiz Mendes, no Jardim Novo I. Ele foi flagrado por uma das vítimas, um adolescente, que acordou com o barulho e o viu mexendo no armário da cozinha. De imediato, a vítima entrou em luta corporal com o assaltante que estava armado com uma tesoura. Logo em seguida, o adolescente foi ajudado por seu pai e o criminoso acabou sendo desarmado e rendido. A Polícia Militar foi chamada, prendeu Cruz e ainda descobriu que ele estava em condição de procurado pela Justiça. Na delegacia, ele foi autuado em flagrante por roubo. Os dois assaltantes que foram rendidos por suas vítimas vão cumprir suas penas no CDP (Centro de Detenção Provisória), em Americana.

 

Orientação

Apesar dos dois casos terem tido um desfecho positivo, a Polícia Militar sempre lembra e orienta que vítimas de assaltos nunca devem reagir. Isso porque, a reação pode custar a vida, já que naquele momento o ladrão está vivendo um forte estresse e pode acabar efetuando disparos ou desferindo golpes. De acordo com o capitão da PM, Eduardo Jorge Marques, o melhor a fazer é tentar manter a calma. “Não reaja de forma alguma, tente apenas memorizar as características dos assaltantes e os veículos utilizados para depois passar as informações à polícia”.

O capitão ainda lembrou que as pessoas devem redobrar a atenção para evitar ser mais uma vítima. “A maioria dos roubos a residência ocorre no momento em que os moradores estão saindo ou entrando em suas casas. Portanto, é muito importante se atentar se há pessoas ou veículos suspeitos na rua”.

Previous post

Bandeirantes vence o Paulista e mantém ponta da tabela

Next post

Audição reúne 210 integrantes no palco do Tupec