Home»Destaque na Home»Vigilância Sanitária fecha clínicas de idosos

Vigilância Sanitária fecha clínicas de idosos

No caso mais recente, idosos ficavam sozinhos em uma residência que funcionava como Casa de Repouso

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Uma Casa de Repouso que abrigava quatro idosos, no Jardim Planalto Verde, foi interditada pela Vigilância Sanitária (Visa) no último dia 13 depois que uma denúncia foi feita na ouvidoria do SUS (Sistema Único de Saúde). A coordenadora da Visa, Vivian Delalibera de Souza Custódio, informou que no dia do fechamento foi constatado que os idosos estavam sozinhos na casa, sem a presença da pessoa responsável por eles, uma mulher na faixa etária dos 45 anos. “Das 14h00 até às 17h00 a responsável não apareceu, alegando depois que estava no banco, mas ficamos sabendo que ela faz faxina fora”.

No dia da verificação, a equipe da Visa foi recebida pela mãe da dona da casa. “Ou seja, ela largou quatro idosos com outra idosa, o que é muito perigoso. E se eles precisam de um atendimento médico?”, indagou. Além disso, na vistoria foi apurado que a casa não possuía a licença de funcionamento da Visa, laudo técnico de avaliação aprovado para atividade, além de responsável técnico legalmente habilitado, plano de cuidado com o idoso elaborado por profissional habilitado, manual de normas e rotinas e serviço de alimentação adequado.

Diante disso, a casa de repouso localizada na Rua Conselheiro Francisco Zeferino de Brito Lamberti, no Planalto Verde, teve interdição total.  Nos dias seguintes, a dona do estabelecimento teve ciência da interdição e foi avisada que precisaria informar as famílias dos idosos para eles serem retirados do local. No entanto, a mulher chegou a dizer que os familiares não queriam tirar os pacientes da casa. “Além de tudo isso, ela falou que não concordava com a decisão”, completou a coordenadora.

No dia seguinte ao fechamento, a Visa acionou o Ministério Público sobre o fato dos idosos estarem sozinhos e depois para que providências fossem tomadas, já que até esta semana os idosos ainda permaneciam na residência descumprindo a exigência.  No entanto, ainda nesta sexta-feira (5), a coordenadora esteve na Casa de Repouso e encontrou tudo fechado, sendo avisada por vizinhos que há dois dias ninguém mais aparece no local.

casa repouso kerly cristina guimarães rua arnaldo reheder.jpg

Mais interdições

Em janeiro deste ano uma instituição localizada na Rua Arnaldo Rheder, no Jardim Santa Maria, também foi interditada pela Vigilância Sanitária após denúncias feitas na ouvidoria do SUS e no Ministério Público. No dia 16 foi realizada inspeção sanitária na clínica que abrigava nove pessoas, das quais três tinham menos de 60 anos. As mesmas infrações sanitárias cometidas na Casa de Repouso do Jardim Planalto Verde foram constatadas na clínica que foi fechada, tendo sua desocupação total confirmada no dia seguinte pela vigilância.  

Já no ano passado, um homem chamou a atenção do órgão ao tentar por duas vezes continuar na atividade de forma irregular após ter tido a primeira clínica fechada em 2017, na Chácara São João. Em janeiro de 2018, ele foi identificado como sendo o dono de outra Casa de Repouso que foi interditada no Parque Cidade Nova. Não satisfeito, em outubro do mesmo ano, ele estava à frente de outra clínica irregular no Jardim Serra Dourada. Porém, desta vez, ele usou o nome do irmão como responsável do estabelecimento que também foi fechado.

casa repouso osvaldina nascimento rocha nascimento silva rua conselheiro francisco zeferino de brito lamberti jd planalto verde.jpgDiante dos casos, a coordenadora da Vigilância Sanitária deixa um alerta. “Os familiares que estiverem procurando uma clínica para idosos entrem em contato com a Vigilância para saber se o local escolhido ou pretendido é legalizado e quem ver irregularidades em Casas de Repouso faça denúncias na ouvidoria do SUS no telefone 3811-7276”, pediu.   

 

Post anterior

Índios por aqui: Pesca garantia o sustento dos pirangueiros

Próximo post

Concurso de fotografia soma 169 inscrições