Home»Destaque na Home»Vereadores pedem limpeza das praças

Vereadores pedem limpeza das praças

Voluntários são elogiados na Câmara

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A manutenção das praças públicas em Mogi Guaçu tem rendido críticas nas últimas semanas na Câmara Municipal. Os vereadores têm cobrado um posicionamento da Prefeitura com relação a limpeza das praças. Segundo eles, algumas não são alvos de manutenção há meses. O assunto tem rendido diversos discursos na tribuna da Câmara e vários vereadores falaram sobre o assunto.

Nesta semana, o assunto voltou a ser tema dos discursos, principalmente por conta da ação de voluntários que têm feito a limpeza de praças e áreas verdes. Foram citadas as limpezas do Jardim dos Lagos e do Parque Chico Mendes, além dos serviços feitos nas lagoas do Chula e São José.

O vereador Natalino Tony Silva (Rede), por exemplo, disse que participou de um mutirão de limpeza da praça do bairro onde mora, no Jardim Zaniboni, na última semana. Ele disse que estava envergonhado com a situação do local. “Estava com vergonha de passar perto da praça perto de casa. Por isso, participei de uma ação com os vizinhos e fizemos uma equipe para a limpeza da praça. Nem ferramenta tínhamos, mas ficou bem melhor do que estava”, comentou.

sessao de camara natalinoNatalino sugeriu que o município faça parcerias para que o trabalho de manutenção das praças seja constante. E disse discordar da Prefeitura esperar que a população faça o trabalho que é de responsabilidade do Poder Público. “É preciso que algo seja feito com urgência, pois não dá para ficar esperando a boa vontade da população em limpar as praças. Precisa de uma equipe permanente para a limpeza das praças e a Prefeitura deveria fazer parcerias para ajudar com esse serviço”, sugeriu.

O vereador Guilherme de Sousa Campos, o Guilherme da Farmácia (PSD), elogiou o trabalho de limpeza desenvolvido pelos voluntários no Jardim dos Lagos e aproveitou para cobrar a Prefeitura. “Esses voluntários fazem o trabalho que a Prefeitura deveria fazer e não faz. Não tem uma praça na cidade que esteja adequada para as famílias frequentarem. Por isso, quero parabenizar o trabalho que essas pessoas estão fazendo mesmo sendo competência do município”, ressaltou.  

O vereador citou a praça da Vila Paraíso como exemplo da falta de planejamento por parte da Administração Municipal. De acordo com ele, uma limpeza foi feita recentemente por conta da festa promovida no local pela Paróquia de Santo Antônio, mas ressaltou que falta revitalização. “A situação da praça da Vila é caótica. Fizeram uma limpeza por conta da festa de Santo Antônio, mas a praça precisa de uma revitalização. A última foi feita na época do ex-prefeito Hélio Miachon Bueno em 2005 e 2006 e de lá para cá nenhuma melhoria foi feita”, enfatizou.

Apesar das críticas à Saama (Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente), os vereadores elogiaram o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo secretário da Pasta, Pedro Luís Mendes de Sousa, o Pedrinho. Eles disseram que o trabalho já começou a aparecer depois que o secretário assumiu o cargo há dois meses.

À Gazeta, Pedrinho disse que tem tentado colocar o serviço em dia, principalmente para aproveitar o período de estiagem. Ele listou diversas atividades que estão sendo desenvolvidas, entre elas poda de árvores, limpeza dos canteiros e avenidas da cidade, limpeza de praças e de prédios públicos.

sessao de camara guilherme farmaciaSegundo ele, a principal dificuldade ainda é com a falta de equipamentos, mas que os serviços de limpeza estão sendo feitos por uma equipe da Saama e por uma equipe de uma empresa contratada pelo município. “Ainda falta equipamentos e nossa equipe é pequena e, agora, estamos com o reforço de uma empresa contratada e temos feito um trabalho para colocar todo o serviço em dia. Temos tirado leite de pedra”, comentou.

Sobre a revitalização das praças, o secretário disse que um projeto deve ser desenvolvido, mas que o principal entrave é o financeiro. Pedrinho também ressaltou que tem conversado com comerciantes com o objetivo de que praças e canteiros sejam adotados pelos estabelecimentos e, assim, a Saama poderia focar os serviços em outras localidades. “Tenho visitado os estabelecimentos e conversado com os responsáveis com o objetivo de que a iniciativa privada adote praças ou canteiros que possam nos ajudar”, finalizou.

Post anterior

Homem demora a receber soro contra veneno

Próximo post

Corug conquista bons resultados e fica 1º por equipes