Home»Destaque na Home»Vereadores autorizam empréstimos de R$ 13 milhões – Veja vídeo

Vereadores autorizam empréstimos de R$ 13 milhões – Veja vídeo

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Os vereadores de Mogi Guaçu autorizaram o prefeito Walter Caveanha (PTB) emprestar do Banco do Brasil o valor de R$ 13 milhões. Para isso, foram aprovados dois projetos do Executivo, na noite desta segunda-feira (12), em sessão extraordinária.

O primeiro projeto é referente ao valor de R$ 5 milhões e nele estão previstas as obras antienchentes do Jardim Santa Terezinha, que tem um custo médio previsto de R$ 800 mil. Os projetos foram aprovados por 7 votos favoráveis e 3 contrários, sendo que o presidente da Câmara, Rodrigo Falsetti (PTB), não vota.

O segundo projeto é referente ao valor de R$ 8 milhões e nele está prevista a pavimentação da Chácaras Alvorada, com um valor de investimento estimado em R$ 1.992.482,42. Neste caso, a pavimentação é prevista em três vias do bairro. Outras melhorias estão previstas pela Prefeitura como a reforça do Paço Municipal, da sede da Guarda Civil Municipal, iluminação e recapeamento e pavimentação.

Os projetos foram amplamente discutidos em plenário com os vereadores da situação fazendo a defesa do Executivo e os da oposição criticando a falta de informações e clareza por parte da equipe do prefeito Walter Caveanha. O principal entrave foi o fato de nos projetos não constarem as listas de obras previstas.

Apesar das discussão, os dois projetos foram aprovados pela maioria dos vereadores, como estava previsto. Agora, o Executivo ainda aguarda a análise pelos vereadores de um terceiro projeto. Trata-se do que prevê o empréstimo de R$ 10 milhões pela Caixa Econômica Federal. Este projeto não tem previsão para ser votado, segundo Rodrigo Falsetti. “Vou aguardar as informações que pedi para o prefeito para pautar”, comentou.

Outras informações sobre o empréstimos e sobre as obras previstas na edição impressa da Gazeta do próximo sábado (17).

 

 

 

 

Previous post

Centro Cultural: Verba depende de assinatura de convênio

Next post

Camacho: Mesmo com novas arquibancadas, liberação do estádio depende de outras melhorias