Home»Cidade»Vereador pede reunião para tratar sobre falta de médicos

Vereador pede reunião para tratar sobre falta de médicos

0
Shares
Pinterest WhatsApp

A falta de médicos em quatro postos de saúde tem levado vários moradores a queixarem-se da situação para o vereador Francisco Magela Inácio, o Chicão do Açougue (PSD). Como o problema se prolonga, ele solicitou reunião com o prefeito Walter Caveanha (PTB), com a presença da secretária municipal de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho. O vereador quer um posicionamento sobre quais estão sendo as medidas adotadas pelo município.

Nesta semana, segundo Chicão, ele recebeu reclamação de usuários de várias unidades de saúde, todos relatando sobre a falta de médicos. “Procurei saber e temos quatro postos de saúde sem médicos: Centenário, as duas unidades do Fantinato e o Alto dos Ypês. Inclusive a substituição destes médicos está sendo feita pelo doutor Denis. Sabemos que é difícil atender a todas estas demandas porque ele já tem que atender no Santa Terezinha”, detalha referindo-se ao médico Denis Camilo de Carvalho.

O vereador relata ter conhecimento de que a falta de médicos decorre de problemas no programa Mais Médicos. No entanto, acredita ser preciso fazer algo para resolver o problema, suprindo esta falta de médico. “Tem que ter alguma verba que possa ser usada”, disse pontuando que é isto que quer tratar com o prefeito.

posto saude fantinatoSegundo Chicão, o município perdeu quatro médicos e pode perder mais 11 por conta deste problema do Governo Federal. Outra queixa chegou ao vereador por usuários do posto de saúde do Jardim Canaã. Por lá, segundo ele, as consultas estão sendo agendadas para o mês de agosto, mas não pela falta de médico e, sim, por conta do aumento da demanda. “Tem dois médicos, mas é uma região que cresceu muito e os profissionais não estão dando conta da demanda”, disse.

Aliás, nas redes sociais circula a imagem de cartaz afixado na porta do posto de saúde do Jardim Fantinato. “Não temos médico nesta unidade! Quem contrata não somos nós. Reclame: Ouvidoria – 156 ou 3851.7041 ou 3818.4095. E-mail: [email protected]”.

 

MAIS PERDAS

Por meio da Secretaria de Comunicação Social, a secretária municipal de Saúde disse que, de fato, o rompimento do contrato do programa Mais Médicos no modelo adotado pela gestão passada, ou seja, sem os médicos cubanos, teve reflexos em Mogi Guaçu. E adianta que, por decisão do Ministério da Saúde, o município perderá outros profissionais, assim como muitos municípios do Estado, pois o “Mais Médicos” será voltado apenas aos municípios considerados vulneráveis.

Como a Pasta não esperava esta medida por parte do Governo Federal, não há previsão de reposição, uma vez que o município não dispõe de recursos para contratações. Ou seja, não tem previsão orçamentária para esta finalidade.

Chicão
Chicão
Previous post

Oito unidades receberão eletrocardiogramas

Next post

Nico Lanzi: velocidade será monitorada por radares