Home»Cidade»VE confirma caso de sarampo importado

VE confirma caso de sarampo importado

Paciente mora em São Paulo, veio a Mogi Guaçu visitar parentes e afirmou ter tido contato com doente

0
Shares
Pinterest WhatsApp

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou na segunda-feira (2) o primeiro caso de sarampo. De acordo com dados da VE (Vigilância Epidemiológica) trata-se de um caso importado, pois o paciente infectado reside e trabalha em São Paulo, mas esteve na cidade no primeiro final de semana do mês de agosto, em visita à família.

Este ano, o total de notificação chegou a 20, entre os dias 5 de agosto e 5 de setembro. Dois casos apresentaram resultados negativos, um foi confirmado e 17 aguardam o resultado de exames. O caso foi confirmado na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Centro-Oeste, no Jardim Nossa Senhora das Graças, o BNH.

Isto porque, a pessoa já chegou doente à cidade e buscou atendimento no posto de saúde. O paciente relatou que havia tido contato com um portador de sarampo na capital. Não houve necessidade de internação. A UBS do BNH realizou o bloqueio estendido com vacinação seletiva de moradores do quarteirão em que residem os parentes do paciente.

A enfermeira da VE, Rosa Maria Pinto, relata que esta medida é adotada em todos os casos suspeitos e comenta que a busca pela vacina nos postos de saúde quadruplicou. O município oferece vacina às crianças entre seis meses e um ano, com intervalo de 30 dias entre as doses.

No Estado de São Paulo já foram registrados 20.565 casos suspeitos de sarampo, 2.982 confirmados, 2.238 descartados e 15.345 estão em investigação. Houve o registro de três óbitos, sem histórico vacinal, e sendo um com condição de risco.

O maior percentual de casos confirmados concentra-se na faixa etária de 15-29 anos (46,1%). No presente, as faixas etárias de maior risco de adoecimento encontram-se entre os menores de um ano de idade, 1 a 4 anos e 15 a 29 anos de idade. Os casos suspeitos e confirmados de sarampo estão distribuídos em 111 municípios, sendo a maioria dos suspeitos e confirmados residentes na grande São Paulo.

 

ITAPIRA

A VE de Itapira confirmou o segundo caso positivo de sarampo. Trata-se de uma paciente de 36 anos. A mulher, que reside e trabalha no bairro dos Prados, não tem histórico vacinal anterior contra sarampo. Foi atendida na Santa Casa, permaneceu internada por quatro dias e já teve alta.

Como a paciente não saiu do município o caso foi investigado e considerado autóctone. O primeiro caso foi confirmado na semana passada e trata-se de um homem de 33 anos morador do Tanquinho e que trabalha no bairro dos Prados. Caso também é autóctone. Outros quatro casos suspeitos são investigados.

Previous post

Emia em mostra dupla no Centro Cultural

Next post

Segmento atrai alunos com vários perfis