Home»Cidade»Vazão segue baixa e Elias observa que consumidor está economizando

Vazão segue baixa e Elias observa que consumidor está economizando

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A vazão do Rio Mogi Guaçu segue baixa. Na última sexta-feira (4), por exemplo, estava em 10 m³ com previsão de redução para o fim do dia para 9 m³. “O bom é que tem previsão de chuva”, adiantou o superintendente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), Elias Fernandes de Carvalho.

Desde o início da segunda quinzena de agosto, o Samae instalou sistema alternativo de captação de água bruta para compensar a redução da vazão. O bombeamento é acionado toda vez que a vazão cai a menos de 9 m³.

A plataforma flutuante é equipada com uma bomba de 40 cavalos de potência para bombear água do leito do rio para as bombas da estação, mantendo assim o mesmo volume de captação que abastece a ETA (Estação de Tratamento de Água).

Apesar de a vazão estar baixa, Elias diz que ainda está melhor que o mesmo período do ano passado. Isto porque, na primeira quinzena de setembro de 2014 a vazão manteve média de apenas 6 m³, sendo que no mês seguinte, ou seja, em outubro, baixou para 5 m³.

Rio Mogi Guaçu

DESPERDÍCIO

Preocupado com o desperdício de água resultado da limpeza de calçadas e quintais, o aposentado Gilberto Isaías dos Santos está indignado após ser informado no Samae de que o município não multa este tipo de atitude. “Quando faltar água vai faltar para todo mundo”, alega.

Segundo Elias, apesar de não haver multa, a população tem economizado água. “Observamos isso pelo consumo e pelo faturamento”, explica. Ele diz que, além disso, a autarquia faz trabalho frequente junto às escolas sobre o uso racional da água.

Post anterior

Desfile é realizado e movimento pede reabertura da UPA

Próximo post

Corpo é achado dentro de veículo; cidades registram incêndio