Home»Cidade»Vacinação antirrábica termina neste sábado

Vacinação antirrábica termina neste sábado

0
Shares
Pinterest WhatsApp

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) termina neste sábado a vacinação de cães e gatos na área urbana, desenvolvendo a ação no Jardim Bela Vista e Pedregulhal. O trabalho prossegue na área rural e deve ser finalizado dentro de 20 dias. Somando as áreas urbana e rural já foram aplicadas 28.347 doses da vacina em cães e gatos.

A receptividade aos funcionários que atuam na vacinação é muito boa, mas este ano a equipe tem enfrentado dificuldade de acesso às propriedades rurais, conforme observa a bióloga do CCZ, Silvana Munhoz Bueno. “Por causa dos assaltos estão mantendo as porteiras fechadas, o que dificulta o acesso porque não tem como entrar na propriedade”, explica.

Com isto, a equipe tem deixando bilhete com explicações de que esteve no local para fazer a imunização de cães e gatos. E orientando que a vacina segue disponível no CCZ. No local, a vacina é aplicada de segunda sexta-feira, das 7h30 às 16 horas. O Município está conseguindo prosseguir com o trabalho de vacinação antirrábica porque recebeu o segundo lote de vacinas.

Por sua vez, a Secretaria de Saúde de Mogi Mirim realiza neste sábado (31) a campanha de vacinação gratuita em cães e gatos contra a raiva.  Os munícipes poderão levar seus animais de estimação em todas as unidades básicas de saúde, em algumas escolas municipais de educação básica e no Centro Municipal de Aperfeiçoamento do Magistério “Antônio de Souza Franco”, a Estação Educação. A expectativa é de que 10 mil animais sejam vacinados.Para que os cães e gatos recebam a vacina basta apresentar a carteira de vacinação. Entretanto, o documento não é obrigatório, já que todos os proprietários dos animais receberão um comprovante de vacinação. Desde junho Mogi Mirim promove a vacinação contra a raiva na zona rural. Até o momento já foram vacinados 4 mil animais.

Previous post

“Clássicos do Brasil” na voz de cantores guaçuanos

Next post

Vestibular de Medicina segue na dependência de aprovação do CEE