Home»Cidade»Usuário reclama de falta de medicamento no Centro de Saúde

Usuário reclama de falta de medicamento no Centro de Saúde

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O trabalhador rural Haroldo Costa Teixeira faz uso de Diazepan, medicamento controlado, que recebe gratuitamente no Centro de Saúde. Todavia, esta semana, ele esteve no local e foi informado de que o remédio estava em falta e não havia previsão de quando a entrega seria regularizada.

“Eu fiz pesquisa de preço e custa de R$ 35 a R$ 38. A gente faz sacrifício e compra, mas e quem tem menos condição que eu?”, questiona Haroldo. Ele diz que gostaria até mesmo de poder ficar sem o uso do contínuo do remédio, mas não consegue dormir.

Outra queixa de Haroldo é referente à marcação de consulta no posto de saúde do Jardim Ypê Pinheiro. “Fui três horas da manhã pra fila”, conta relatando que precisa da consulta para obter a receita.

Por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura, a Secretaria Municipal de Saúde informou que, a empresa vencedora do processo de licitação para o fornecimento do medicamento tem sede no Recife (PE). E a mesma relatou à Pasta que o produto foi despachado há mais de três dias. Portanto, está em via de entrega ao município.

No final da tarde desta sexta-feira (6), por meio de doação, a Secretaria Municipal de Saúde conseguiu 2 mil comprimidos de Diazepan para o Centro de Saúde. Com isto, o medicamento pode ser disponibilizado aos pacientes a partir das 15 horas.

Quanto ao fato de madrugar na fila para obter consulta, a informação é de que o procedimento é uma escolha pessoal do paciente, pois a marcação de consulta acontece das 8 às 15 horas. O agendamento é feito para o período de 45 dias. O procedimento, segundo a assessoria de imprensa, é o mesmo para todos os postos de saúde.

Post anterior

Passagem em nível sobre linha férrea terá semáforos

Próximo post

Editorial: 141 anos e muito que conquistar