Home»Cidade»Transporte coletivo: Empresa pede tarifa de R$ 6,60

Transporte coletivo: Empresa pede tarifa de R$ 6,60

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

R$ 6,60. Este é o valor apontado em planilha paramétrica para a tarifa do transporte coletivo apresentado à SOV (Secretaria de Obras e Viação) pela Viação Santa Cruz. O valor foi analisado pelo Comutran (Conselho Municipal de Trânsito) nesta segunda-feira (17). Mas, coube ao presidente do órgão, o secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli, fazer nova análise e apontar o valor que será apresentado em audiência pública na noite desta quarta-feira (19), na Câmara Municipal. De qualquer forma, o parecer definitivo é do prefeito Walter Caveanha (PTB).

aumento tarifa onibus

Franceli pontuou que, conforme rege o contrato firmado com o Município, a empresa utiliza a planilha paramétrica e o valor requerido ano passado como base. Ou seja, não é considerada a tarifa atual. (catraca). Por sua vez, o Comutran pretende fazer os cálculos sobre os índices que regem a inflação: IPCA ou IGP. “Estou trabalhando nestes valores e vamos chegar a um consenso, mas certamente um valor distante deste apresentado pela empresa. De qualquer forma, o Comutran é consultivo e não deliberativo. A palavra final cabe ao prefeito, é ele quem define”, detalha, frisando que o parâmetro do Comutran é o valor atual da tarifa, que é de R$ 4,20 (catraca) e R$ 4 (cartão).

Salvador Franceli Neto Secretário Obras

O reajuste da tarifa do transporte coletivo é anual. Franceli adianta que, em breve, será lançado novo edital de concorrência pública para o transporte coletivo, portanto, haverá nova licitação. E pontuou que, uma das propostas é reduzir a gratuidade, estabelecendo normas. Atualmente, a gratuidade abrange os aposentados, pensionistas e maiores de 65 anos. Os valores atuais da tarifa estão em vigor desde o dia 12 de outubro de 2017.

 

 

 

Editor's Rating

92
0 User ratings
92%
Post anterior

Estiva Gerbi investe em reforço no ensino municipal

Próximo post

Grupo de feirantes reforça pedido aos vereadores