Home»Opinião»Tome Nota de terça-feira, dia 25

Tome Nota de terça-feira, dia 25

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Persistente

Após acionar o Ministério Público, o vereador Natalino Antonio da Silva, o Tony Silva (Rede), protocolou denúncia no Tribunal de Contas do Estado. Ele questiona a necessidade de investimento de recursos públicos na rodovia SP-342. O Estado promete investir R$ 28.772.850 para obra de recapeamento na rodovia e o vereador está inconformado com a situação. Para ele, o mais importante seria a construção de uma passarela, e não obras de recapeamento numa ‘pista que é um tapete’.

 

Brasília

O prefeito Walter Caveanha (PTB) será um dos prefeitos que baterá ponto em Brasília, a fim de conquistar parte dos recursos anunciados pelo presidente Michel Temer (PMDB) para obras de mobilidade urbana. A Prefeitura de Mogi Guaçu já tem projeto protocolado no Ministério das Cidades, mas o petebista irá até a Capital Federal para novamente apresentar o projeto. Agora, um pouco mais enxuto, uma vez que a cidade poderá receber R$ 30 milhões, e não mais os R$ 52 milhões solicitados em fevereiro. A Prefeitura ainda não divulgou o que mudou no projeto.

 

Tudo quieto

O Ministério Público local ainda segue analisando a situação da Câmara Municipal de Mogi Guaçu e a decisão do presidente da Casa, Luís Zanco Neto, o Zanco da Farmácia (PTC), de não assinar o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) ainda não teve repercussão. Na opinião de alguns vereadores e até do próprio presidente da Câmara, a Promotoria pode estar aguardando a conclusão do concurso público feito pela Casa para depois, enfim, se manifestar.

 

Só discursos

O recesso parlamentar da Câmara Municipal deve acabar sem nenhuma sessão extraordinária convocada pelo prefeito Walter Caveanha (PTB). O retorno das sessões legislativas, no próximo dia 7 de agosto, promete muitos discursos com alfinetadas para todo lado, já que os vereadores estão circulando pelos quatro cantos da cidade neste mês e assunto não irá faltar para nenhum deles.  

 

Post anterior

Editorial: Poderes fora de sintonia

Próximo post

PM prende três jovens em flagrante