Home»Opinião»Tome Nota de terça-feira, dia 1º

Tome Nota de terça-feira, dia 1º

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Pisar em ovos

Quem for o próximo presidente da Câmara Municipal de Mogi Guaçu terá de pôr as barbas de molho durante o mandato. É que os vereadores querem acelerar a votação do projeto de lei que irá reduzir o tempo de mandato dos próximos presidentes para apenas um ano. Se for aprovado, o próximo presidente somente poderá esticar o mandato para dois anos se os 10 vereadores aprovarem a forma como ele conduziu a presidência no primeiro ano.

 

Dispostos

O PT de Mogi Guaçu já está vislumbrando candidatura própria para as eleições de 2020, ou seja, terá seu próprio candidato a prefeito e dispensará coligações majoritárias que queiram empurrar os petistas para o cargo de vice. Mesmo com todos os imbróglios enfrentados pelo Partido dos Trabalhadores nos últimos anos, o PT local acredita que consegue emplacar candidatura própria no município sem sofrer tanta rejeição quanto se cogita.

 

Um pé fora

As filiações e desfiliações partidárias devem ser mais constantes nos próximos meses, já que as eleições municipais de 2020 justificam tais mudanças. Dentro do PSDB, por exemplo, outra desfiliação que já é esperada é de Amarildo Donizete Constantino. Por enquanto, ele ainda está no PSDB local, porém, mais cedo ou mais tarde deverá deixar os tucanos, já que está muito próximo do ex-prefeito Paulo Eduardo de Barros, o Dr. Paulinho (PHS). O médico, por sua vez, dá claros sinais de que pretende ser candidato a prefeito novamente.

 

Lista

Na próxima sexta-feira (4), a empresa Sigma RH deverá divulgar o resultado do concurso público da Câmara Municipal de Mogi Guaçu. Por enquanto, quatro recursos foram apresentados referentes à formulação de questões, mas já foram respondidos e o fato não deverá atrapalhar a divulgação dos aprovados para as vagas abertas na Casa de Leis. Após a homologação dos resultados do concurso, a Presidência da Câmara mantém a proposta de contratar os aprovados o quanto antes.

Post anterior

Editorial: Carência de projetos e ações

Próximo post

Beto Sartorão é assassinado durante emboscada