Home»Opinião»Tome Nota de sábado, dia 12

Tome Nota de sábado, dia 12

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Haja voz

As sessões da Câmara Municipal foram retomadas na segunda-feira (7) com um calhamaço de projetos de lei para serem lidos antes de começar a votação da pauta do dia. Eram tantos projetos que o vereador Elias dos Santos, o Pastor Elias (PSC), secretário da Mesa Diretora da Casa, não deu conta e acabou revezando a leitura dos projetos e requerimentos com o vice-secretário da Mesa, Luciano Firmino Vieira, o Luciano da Saúde (PP), que concluiu a leitura dos documentos.

 

Chapa pura

Todos os líderes de partidos políticos estão atentos às discussões da reforma política, que está sendo feita na Câmara dos Deputados, em Brasília. Em Mogi Guaçu, a principal torcida entre a maioria das siglas partidária é pelo fim das coligações proporcionais, ou seja, partidos que fazem alianças políticas para elegerem vereadores. O PSDB, por exemplo, é um dos partidos que torce pelo fim das coligações, já que aposta no sucesso isolado dos tucanos na próxima eleição para vereador.  

 

Em votação

Na próxima sessão da Câmara, na segunda-feira (14), os vereadores vão votar o projeto de lei de autoria de Natalino Tony Silva (Rede Sustentabilidade) que trata da Ficha Limpa Municipal. O documento autoriza a ‘ficha limpa’ na nomeação de servidores em cargos comissionados na Prefeitura e autarquias e também no Poder Legislativo.

Um dos itens do projeto proíbe a contratação de condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado, desde a condenação até o transcurso do prazo de oito anos após o cumprimento da pena.

 

Convenção

O PROS fará convenção em Mogi Guaçu no próximo dia 19, às 9 horas, na Câmara Municipal. O presidente do partido em Mogi Guaçu, Jéferson Luís, já teve aprovado o requerimento que pede o uso do plenário para a reunião da sigla, que trará Executivas de outras cidades da região e também da Estadual. “Vamos falar um pouco sobre o PROS, quais serão os rumos do partido no ano que vem, as estratégias que vamos aderir”, adiantou o também vereador Jéferson Luís. 

 

Post anterior

Moradores bloqueiam rua em protesto

Próximo post

Pais participativos mudam perfil da paternidade