Home»Opinião»Tome Nota da edição de sábado, dia 3

Tome Nota da edição de sábado, dia 3

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Quem não é visto…

O vereador Alexandro de Araújo, o Alex Tailândia (PRB), ficou bastante irritado com a decisão da Presidência da Câmara Municipal de impedi-lo de usar a Tribuna Livre. Com isso, Alex foi enfático ao declarar à imprensa que irá se fazer presente às sessões da Casa com muita frequência neste ano e está disposto a voltar a usar suas redes sociais para falar diretamente com a população sobre os problemas e as soluções para Mogi Guaçu.

 

…não é lembrado
Inclusive, Alex Tailândia já está praticando o que diz. Na quinta-feira (1º), ele esteve na Câmara Municipal assistindo à solenidade de entrega do título de “Cidadão Guaçuano” ao presidente da Fiesp, Paulo Skaf. “Encontrei com o presidente da Câmara, Luís Zanco, mas apenas nos cumprimentamos. Mais nada. Eu já sabia que estava impedido de usar a Tribuna Livre, mas não ia causar ‘saia-justa’ naquela ocasião. Mas voltarei à Câmara mais vezes”, afirmou o ex-vereador.

 

Na TV

Aliás, quem for assistir às sessões da Câmara Municipal – seja na galeria ou via web – vai ter de ter paciência. Pelo menos, essa está sendo a dica de alguns próprios vereadores. É que o monitor instalado no plenário da Câmara vai mexer com a vaidade de alguns deles. Justamente pelo fato de se verem na tela em tempo real, durante seus discursos, há muitas chances de se prolongarem – e bastante – na hora de falar na tribuna da Casa. Haverá, sim, vereadores, que vão querer se ver por muito tempo na tela do monitor. 

 

Lá vem ela

Com a lacuna que se abriu para candidatos que queiram concorrer ao comando da Prefeitura de Mogi Guaçu, nas eleições de 2020, surge a possibilidade de o município ter uma mulher disputando o cargo. Sem revelar nomes, alguns partidos pequenos cogitam se unir em torno de uma candidata, a fim de fazer com que Mogi Guaçu eleja uma prefeita. Líderes partidários garantem que a proposta já está sendo bem aceita entre os eleitores que conheceram a ideia. A última candidata a prefeita de Mogi Guaçu foi a advogada Janaína Martini, à época filiada ao PT, na década de 80.

Post anterior

Homem é preso em flagrante por tentativa de furto

Próximo post

Renovação de convênio é confirmado em evento