Home»Cidade»Superstição: Sexta-feira 13 é dia de pedir proteção

Superstição: Sexta-feira 13 é dia de pedir proteção

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Superstições não faltam na Sexta-feira 13. A mais conhecida é aquela que associa azar ao passar por baixo de escada, por exemplo. Mas, para outros é dia de reforçar os pedidos de proteção. Para isso, vale acender velas para o anjo da guarda e comprar pirâmides transparentes para usar na casa ou carregar na carteira.

Para os umbandistas as sextas-feiras são consideradas dias santos, pois é de Oxalá. E a Sexta-feira 13 não é vista como dia de trabalhos voltados à negatividade, ou seja, vai muito além da superstição. Assim, estes trabalhos devem ser feitos na quinta-feira (12) ou depois da meia-noite da sexta-feira (13).

Mas, a proprietária de loja especializada no segmento religioso, Cleide Leonello, reforça que a busca por proteção é feita também por não umbandistas. Prova disto é que a sexta-feira é dia de movimento maior na loja e, especialmente a Sexta-feira 13, atraiu mais pessoa que pesquisaram sobre proteção. “Observo que as pessoas leem na internet e vem em busca dos materiais”, diz, mostrando a vela em formato de anjo, as pirâmides e as pedras de turmalina negra ou o incenso desta mesma pedra.

“Faço banhos de descarrego independente de ser dia 13 ou não”, diz referindo-se às sextas-feiras Sandra Mendes, cliente de Cleide. Ela reforça que sexta-feira é dia de pedir proteção ao anjo da guarda. Para isso, basta acender uma vela e fazer o pedido. Porém, diz que não vê problema em passar por baixo da escada ou de cruzar com gatos pretos na Sexta-feira 13.

 

Cleide
Cleide

AZAR?

Para as bruxas da Universidade Livre Holística Casa de Bruxa, localizada em São Paulo, Sexta-feira 13 é um dia mágico. Primeiro porque sexta-feira é o dia de Vênus, deusa grega da beleza, do amor e da sensualidade e, segundo, porque o número 13 representa as 13 luas que compõem o calendário lunar, utilizado na magia. Outro dado importante é que a soma dos números 1+3 totaliza 4, número místico que representa o equilíbrio dos quatro elementos da natureza – água, terra, fogo e ar. Para Tânia Gori, dirigente da Casa de Bruxa, esta sexta-feira 13 vai ser um dia ótimo para a realização de pedidos de amor e prosperidade porque vai coincidir com entrada da lua crescente.

A superstição sobre o dia 13 surgiu por volta de 1500, na Europa, por ser o número mais usado nos rituais de bruxaria. Ela explica que as bruxas utilizam um calendário que contém 13 luas, o mesmo usado pelos índios, e que sexta-feira é o dia da semana regido por Vênus, deusa do amor, e que, por ela ser muito poderosa, foi associada a algo maligno pelos europeus. Com isso, deusa e número passaram a fazer parte da mística da bruxaria e a sexta-feira 13 virou um dia de azar.

Para aqueles que acreditam que Sexta-feira 13 é um dia de azar, Tânia dá uma receita para espantar o baixo astral. “Acenda oito velas cor de laranja em um prato branco e depois pingue oito gotas de essência de girassol. Se não tiver a essência pode pingar gotas de óleo de girassol utilizado na cozinha. Depois é só fazer um círculo com pétalas de rosa amarela em volta do prato e pedir prosperidade para o amor, saúde e dinheiro”, finaliza.

Ah! Só para lembrar: as próximas Sextas-feiras 13 estão no calendário de 2019, nos meses de setembro e dezembro.

Post anterior

Conselho Tutelar de Estiva recebe veículo

Próximo post

Renovias doa mais de 2,2 mil peças para entidades