Home»Cidade»SSM testa máquina que varre de 10 a 15 km de vias por hora

SSM testa máquina que varre de 10 a 15 km de vias por hora

Um teste foi realizado nesta semana e agradou o secretário de Serviços Municipais

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Uma máquina acoplada a um caminhão e com capacidade de varrição de 10 a 15 km de vias por hora foi testada pela SSM (Secretaria de Serviços Municipais). O equipamento é fabricado em Osasco (SP) e custa R$ 800 mil. A ideia é comprar uma unidade, o que possibilitaria a limpeza das ruas do município inteiro, mas quem vai dar o aval sobre o financiamento é o prefeito Walter Caveanha (PTB). Esta semana, a empresa enviou uma unidade para teste e o resultado agradou ao responsável pela SSM, Luiz Martini Neto.

Com a compra da máquina, a equipe de varrição da SSM seria destinada à limpeza das praças, outro serviço que atualmente não consegue ser feito de forma ideal com o quadro atual de funcionários. A equipe de varrição tem cerca de 20 integrantes, sendo que o trabalho fica concentrado na região central e nas vias que têm feiras livre. Com a máquina, Luiz diz que é possível atender a cidade toda de forma bastante eficiente e rápida.

caminhao limpezaO equipamento retira até mesmo o mato que nasce às margens da guia, limpa bueiro por sucção e também espirra jatos de água para evitar a poeira gerada pelo procedimento de varrição que é feito por uma escova rotativa. “São João da Boa Vista e Limeira já têm experiência com o uso da máquina, mas eles fazem locação. Nós estamos vendo a possibilidade de comprar”, disse frisando que o financiamento será analisado por Caveanha.

Os resíduos são armazenados em uma caixa de 6 m³. Como a capacidade é limitada, provavelmente, caçambas de entulho serão colocadas próximas às áreas a serem limpas para facilitar o esvaziamento. Isto visando dar agilidade ao serviço para que não precise ficar se locomovendo até um ponto de despejo. O secretário analisa que o investimento é compensador porque permitirá uma limpeza de toda a cidade, sendo que as vias de maior movimento podem ser limpas à noite, evitando transtornos ao trânsito. “Estamos também cuidando das questões prioritárias, mas não podemos ficar na mesmice”, adianta.

 

Post anterior

Homicídio: Julgamento de caminhoneiro é adiado

Próximo post

Câmara de Estiva rejeita contas de 2015 do ex-prefeito