Home»Cidade»SOV irá implantar faixa de parada exclusiva para motos

SOV irá implantar faixa de parada exclusiva para motos

2
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A equipe de pintura da SOV (Secretaria de Obras e Viação) irá fazer a demarcação das faixas de parada exclusiva para motos nos semáforos. A previsão é que o serviço seja iniciado a partir da próxima segunda-feira (15), segundo o secretário de Obras, Salvador Franceli. “Erámos para ter iniciado nesta semana, mas precisei usar uma das equipes para fazer um trabalho de tapa-buraco emergencial na cidade e, por isso, devemos fazer a demarcação a partir da próxima semana”, disse.

As faixas de retenção exclusiva para motos nos pontos com semáforos já foram implantadas em diversas cidades, como São Paulo, e o resultado tem sido positivo, de acordo com o secretário da SOV. “Normalmente existem os corredores de motos e quando você dá a oportunidade delas ficarem na frente evita aquela abalroamento na saída do semáforo. Essas faixas foram implantadas em outras cidades e o resultado é positivo”, informou.

Segundo Franceli, a implantação das faixas acontecerá em todos os pontos de semáforos da cidade e atende uma resolução provisória do Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

As faixas reservarão espaços exclusivos para a parada de motos nos pontos com semáforo e, assim, os motociclistas ficarão à frente dos outros veículos, como carros, ônibus e caminhões. O Dentran (Departamento Nacional de Trânsito) adotou a ideia no Brasil após experiências positivas na Espanha, a partir de 2008, onde o índice de satisfação atingiu 97% e houve melhoria considerável no trânsito.

salvador franceli

Para Franceli, o sistema melhora e organiza o fluxo de veículos, já que a abertura do sinal do semáforo possibilita que as motos sigam à frente dos demais veículos, evitando colisões e corredores de forma inadequada.

Segundo levantamento do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, órgão ligado ao Governo do Estado, de janeiro a novembro de 2017, foram registrados 23 acidentes com vítima em Mogi Guaçu, incluindo as colisões ocorridas nas rodovias situadas no território municipal. Em 2016, neste mesmo período, foram 35 acidentes.

Mogi Guaçu conta com 28 semáforos – cruzamento das Avenidas Emília Marchi Martini e Trabalhadores, por exemplo, contam com quatro aparelhos semafóricos. As faixas não terão mais do que 3 metros de comprimento. Com isso, não haverá prejuízo ao motorista de carros de passeio e veículos pesados, como ônibus e caminhão.

Inicialmente, os veículos que avançarem sobre as faixas exclusivas de motos não serão multados, mas a resolução do Denatran, se for regulamentada, poderá fixar sanções aos motoristas que avançarem sobre o espaço restrito para motociclistas, que ficará entre carros e veículos pesados e as faixas de pedestres. (Com informações da assessoria de imprensa da Prefeitura).

 

Post anterior

Curtas: cartão clonado; veículo furtado recuperado

Próximo post

Estudantes projetam modelo de veículo elétrico automatizado