Home»Destaque na Home»Sindiçu pede 11% de reajuste para servidores

Sindiçu pede 11% de reajuste para servidores

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A pauta da campanha salarial 2019 dos servidores de Mogi Guaçu já foi protocolada na Prefeitura. A informação foi confirmada pelo presidente do Sindiçu (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mogi Guaçu e Região), Valdomiro Sutério, o Miro.

O primeiro item da pauta é referente a reposição salarial de 11% a partir de 1º de março, data base da categoria. De acordo com Miro, as negociações ainda não começaram e a previsão é de que a discussão ocorra nos próximos dias com o secretário da Fazenda, Roberto Simoni.  “Protocolei a pauta de reinvindicações e já conversei com o Roberto, mas temos que aguardar depois do dia 10, quando sai a inflação de fevereiro e temos como ver quanto ficou a inflação do ano”.

A pauta de reivindicações protocolada pelo Sindiçu tem 21 itens e algumas delas surgiram após as discussões feitas durante as assembleias com os servidores. “Adiantei o protocolo porque surgiram questões novas no acordo que é o banco de horas e a escala 12 por 36. São reivindicações que os servidores fizeram nas assembleias”.

Miro
Miro

A pauta determina que acima de 30 horas mensais obriga-se o município a pagar 2/3 das horas realizadas no mês podendo transferir 1/3 do restante para o Sistema de banco de horas. É solicitado o pagamento de até 30 horas mensais. Também é solicitado que o pagamento de até 35 horas extras mensais para a coleta de lixo seja mantida.

Miro acredita que a definição final sobre a campanha salarial deva ocorrer durante o mês de março, mas que a reivindicação é de 11%  de reposição das perdas salariais, principalmente devido ao fracasso das negociações no ano passado.

Os servidores de Mogi Guaçu não tiveram reajuste salarial no ano passado. O percentual de 1%, que seria concedido à categoria pela Prefeitura a partir de dezembro, não aconteceu.

A Gazeta solicitou informações para a assessoria de imprensa da Prefeitura sobre a pauta protocolada pelo Sindiçu e a resposta foi de que as propostas serão analisadas. “A pauta de reivindicações foi protocolada nesta segunda-feira, dia 25. A Administração Municipal está começando a analisar as propostas e o que for deliberado será comunicado diretamente ao Sindicato”.

Post anterior

Nico Lanzi: Transpor bloqueio é infração grave e rende multa

Próximo post

Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na cidade