Home»Destaque na Home»Sindiçu já definiu pré-índice para o reajuste dos servidores

Sindiçu já definiu pré-índice para o reajuste dos servidores

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O presidente do Sindiçu (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mogi Guaçu e Região), Valdomiro Sutério, o Miro, já tem um pré-índice de reajuste salarial que será pedido ao prefeito Walter Caveanha (PTB) na campanha salarial da categoria, neste ano. No entanto, Miro preferiu não adiantar nenhum número antes das reuniões finais que serão feitas com os servidores municipais nesta semana. A série de reuniões entre a categoria e a direção do Sindiçu recomeça nesta terça-feira (12), às 19h00, na sede do Sindicato, que fica na região central de Mogi Guaçu. “Já temos um pré-índice que foi discutido nas reuniões anteriores, mas vamos esperar o fim dessas reuniões para ver se todos os participantes concordam e daí a gente fecha esse índice e levamos para o conhecimento do prefeito”, disse Miro.

As reuniões entre a direção do sindicato e os servidores municipais estão sendo feitas desde os últimos dias de janeiro passado com a finalidade de formar pautas para as reivindicações deste ano junto ao Governo Municipal.

Miro admite que nas primeiras reuniões a adesão da categoria foi baixa e isto não é um bom sinal quando o assunto é o dissídio salarial. “Precisamos que grande parte dos servidores participe destas reuniões porque o interesse é de todos nós e quanto mais unidos ficarmos, mas forte a categoria será para reivindicar seus direitos e também o reajuste salarial deste ano”, pontuou Miro.

O presidente do Sindiçu ainda segue aguardando a reunião que terá com o prefeito Walter Caveanha. O encontro deverá agendado pelo secretário municipal da Fazenda, Roberto Simoni. “Ainda não me disseram nada. Mas sei que esta reunião acontecerá. Vamos esperar”, ponderou Miro, lembrando que a data base do dissídio da categoria é no próximo dia 1º de março.

Quem já compareceu às reuniões pode verificar um relatório no qual consta todas as perdas salariais da categoria para que os servidores tenham noção de quanto estão perdendo de valor real no salário. “Esse documento continuará sendo apresentado nas próximas reuniões. É importante para que o servidor tome ciência de todas as perdas salariais”, apontou.

Miro reforça importância dos servidores municipais participarem das reuniões
Miro reforça a importância dos servidores municipais participarem das reuniões

Miro voltou a dizer que, este ano, o sindicato não irá abrir mão e será enfático na reivindicação do aumento salarial exigindo a reposição do índice também referente ao ano passado. “Não tivemos nada de aumento salarial em 2018. Este ano vamos reivindicar os dois anos (2017 e 2018). Não vamos deixar que ocorra de novo essa falta de aumento salarial para a categoria”, pontuou Miro.

As próximas e últimas reuniões entre a direção do Sindiçu e os servidores municipais serão feitas nessa terça-feira (12), quarta-feira (13) e quinta-feira (14), sempre às 19 horas, na sede do sindicato.

 

 

Post anterior

Rocam prende ladrão após furto no Jardim Cambuí

Próximo post

Mogi Guaçu é contemplada com mais de R$ 480 mil do Estado