Home»Cidade»Sem repasse, ampliação de postos de saúde deve parar

Sem repasse, ampliação de postos de saúde deve parar

Serviços de ampliação são realizados em seis postos de saúde com recursos vindos do Ministério da Saúde

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

 

A Administração Municipal já está sentindo os reflexos da crise econômica e, consequentemente, dos cortes do Governo Federal. O secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli, afirmou que as obras de ampliação dos postos de saúde devem parar a partir da próxima semana. Isto porque, o Governo Federal só liberou 20% do total destinado ao serviço.

“Se o governo não repassar não tem mais o que fazer porque já usei toda a contrapartida da Prefeitura”, pontuou o secretário, sem esconder a preocupação. Salvador diz que as construtoras também temem “quebrar” diante deste cenário de incerteza. O município já enfrenta problema semelhante com a construção do posto de saúde do Jardim Canaã, ou seja, obra paralisada por falta de repasse do Governo Federal.

O serviço de ampliação é realizado nos postos de saúde do Jardim Itamaraty (R$ 146 mil), Jardim Novo II (R$ 90 mil), Ypê Pinheiro (R$ 117 mil), Ypê II (R$ 57.904), Centro-Oeste (R$ 143 mil) e Jardim Guaçu Mirim (84 mil). As obras são conduzidas pela Construtora Gregal. Os recursos são do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) do Ministério da Saúde.

REFORMA

No caso do posto de saúde do Jardim Guaçu Mirim, a unidade também passaria por reforma, mas o serviço foi suspenso. Isto porque, a Engecon, empresa vencedora da licitação para a reforma, não quis dar continuidade ao trabalho alegando que o valor ficou defasado. O contrato foi cancelado e nova licitação deve ser aberta. O serviço foi orçado em R$ 470 mil.

A reforma dos postos de saúde foi licitada pela gestão passada e contemplava 11 postos de saúde, entre UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e PSFs (Programa Saúde da Família). Deste total, restavam apenas os serviços no Guaçu Mirim e Boa Vista. No entanto, a administração concluiu que o Boa Vista não precisa de melhorias, pois foi construído há apenas dois anos.

Ampliação Posto Saúde Guaçu Mirim

Post anterior

Por Márcio Diniz: Caráter e a política  

Próximo post

Conta Tudo - edição do dia 19/09 por Beto Amorim