Home»Destaque na Home»Sem destinação, prédio da UPA vira depósito

Sem destinação, prédio da UPA vira depósito

A denúncia foi feita na Câmara pelo vereador Fábio Aparecido Luduvirge Fileti, que visitou a unidade de saúde

0
Shares
Pinterest WhatsApp

O vereador Fábio Aparecido Luduvirge Fileti (PSDB) esteve no prédio da UPA (Unidade de Pronto Atendimento), no Jardim Santa Marta, e não gostou do que viu. Durante sessão da Câmara no último dia 12, o vereador apresentou fotos do que registrou dentro do prédio. Mobiliários novos e usados estão sendo armazenados no local, além de outros equipamentos. Até prontuários de pacientes foram observados nas dependências do prédio que até fevereiro de 2014 abrigava a UPA. Para o vereador, é um absurdo o prédio estar sendo usado como depósito pela Prefeitura. “É lamentável o que encontrei lá. Um monte de móveis novos numa das salas, embalados e amontoados. Encontrei bancos e armários usados e prontuários de pacientes. Tudo jogado e bagunçado”, comentou à Gazeta.

Após o destelhamento do prédio do Jardim Santa Marta, a Administração Municipal levou um tempo para dar início a reforma do local e o trabalho foi concluído há dois anos e, mesmo assim, a UPA não voltou a ocupar o prédio de origem, mesmo sendo uma promessa do prefeito Walter Caveanha (PTB).

upaPor conta disso, o vereador cobrou uma solução para o problema ao comentar como encontrou o prédio no Jardim Santa Marta. As críticas foram feitas durante a aprovação dos financiamentos que totalizam R$ 13 milhões. “O que é prioridade para essa Administração Municipal? Esse valor do juros que será pago dos empréstimos daria para custear a volta da UPA ao Jardim Santa Marta, que é um pedido da população e prioridade”, ressaltou.

Além do fato de o prédio do Jardim Santa Marta estar sendo usado como depósito, o vereador comentou que observou pontos de infiltração nas paredes. “Dinheiro público sendo desperdiçado. Várias infiltrações no prédio, persianas quebradas jogadas lá e ainda eles (Prefeitura) têm que manter um guarda municipal 24 horas no local para não acontecer pior do que já está. A UPA fechada é prejuízo e a Prefeitura contraindo empréstimos milionários”, criticou.

Desde o ano passado, a Secretaria de Saúde tenta junto ao Ministério da Saúde autorização para poder dar outra destinação ao prédio do Jardim Santa Marta. Até o momento, não conseguiu e o retorno da UPA ao prédio de origem fica sem solução por parte do Executivo. Nesta semana, a Gazeta voltou a questionar a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde e a informação é de que não há novidade. Ou seja, a Secretaria de Saúde não conseguiu autorização para utilizar o prédio original da UPA.

upa

Sem o aval do Governo Federal, a Secretaria de Saúde não consegue colocar em prática o projeto de levar uma unidade mista para o Jardim Santa Marta. A autorização será dada, segundo o Ministério da Saúde, caso a Prefeitura faça a opção de devolver o valor investido na construção do prédio, cerca de R$ 2 milhões.

Em abril, quando esteve na Câmara, a secretária de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, comentou sobre o projeto da unidade mista e que aguardava parecer do Ministério da Saúde. À época, ela informou que a expectativa é para uma solução de junho.

 

Unidade Mista

A ideia da Secretaria de Saúde é deixar a UPA no Jardim Novo II e ocupar o prédio do Jardim Santa Marta com uma unidade mista, que funcionaria no período das 7h às 18h00 como sendo Unidade Básica de Saúde e das 18h00 à meia-noite como pronto atendimento. Neste caso, o posto de saúde do Ypê II seria transferido para o prédio do Jardim Santa Marta. Porém, nada avançou até agora.

upa

NO PRÉDIO

Móveis guardados são para suprir a rede

Após a denúncia do vereador, a reportagem questionou a assessoria de imprensa da Prefeitura e a utilização do prédio do Jardim Santa Marta para guardar móveis foi confirmada. Segundo nota enviada à Gazeta, os móveis vistos no local são novos. “Os móveis novos que estão guardados no prédio da UPA do Jardim Santa Marta não são da unidade, mas Secretaria de Saúde para suprir a rede”.

upaJá os demais equipamentos que estão no local são, de acordo com a Prefeitura, são da UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim Guaçu Mirim, que passa por reforma. “Os móveis usados são da UBS do Jardim Guaçu Mirim, que está sendo reformada, e devem ser levados para o Almoxarifado Central”.

Com relação ao prontuários, foi explicado que eles também são do posto de saúde do Jardim Guaçu Mirim. “Os prontuários também são da mesma unidade, mas de usuários que já faleceram ou mudaram de endereço e não frequentam mais aquela UBS. Os prontuários ativos estão, obviamente, no novo endereço provisório”

 

Infiltrações

O secretário de Obras e Viação, Salvador Francelli, se disse surpreso com a denúncia do vereador Fabinho com relação a problemas de infiltrações no prédio da UPA, no Jardim Santa Marta. Por conta disso, ele pediu para um funcionário da Secretaria de Obras fazer uma vistoria e, segundo ele, foi identificada uma umidade na parte externa de um dos banheiros. “Tem uma umidade no lado de fora em um dos banheiros. Provavelmente, deve ser problema de vazamento em algum cotovelo e pedi para que o registro de água fosse fechado, pois esse tipo de reparo é simples e rápido e acontece mesmo”, comentou.

De acordo com o secretário, não foram observados outros problemas no prédio da UPA. 

upa

 

 

Previous post

Artigo: Acompanhamento Escolar

Next post

Equipe guaçuana conquista quatro pódios na Média Paulista