Home»Destaque na Home»Secretária de Educação falará com vereadores hoje

Secretária de Educação falará com vereadores hoje

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A secretária de Educação, Célia Mamede, respondeu a convocação feita pela Câmara e estará presente na sessão nesta segunda-feira (11), a partir das 19h00. Ela foi convocada pelo vereador Guilherme de Sousa Campos, o Guilherme da Farmácia (PSD), e a convocação foi aprovada em plenário.

A secretária falará sobre diversos assuntos, como o corte feito no transporte de estudantes e a falta de estrutura em algumas escolas. Mas o tema principal deve ser a falta de itens na merenda escolar.

Há três semanas, os vereadores acompanham a situação nas escolas. Visitas foram feitas e pais também procuraram a Câmara para pedir providências. Por conta de atrasos em licitações, a Secretaria de Educação não está fazendo a entrega de carne de vaca e de porco nas escolas, assim como frango. Até houve a compra emergencial de frango, mas a proteína já acabou em algumas escolas.

A Prefeitura abriu novo processo licitatório, mas a cobrança dos pais com relação à merenda escolar tem sido diária. Há relatos também de falta de outros produtos, como feijão, papel higiênico e detergente.

Foi publicado no último dia 2 o edital que prevê a compra de carne bovina e suína (congelados) pela Prefeitura. Os envelopes contendo a proposta e dos documentos necessários deverão ser protocolados até as 9h00 do dia 18 de março, no setor de protocolo da Prefeitura. O credenciamento das participantes acontecerá na Comissão Municipal de Licitação, no 6º andar, no mesmo dia, a partir das 9h30. A empresa vencedora será a que apresentar o menor preço durante o pregão presencial.

sessao de camara“O objeto deste pregão é a contratação de empresa(s) para o fornecimento parcelado e programado de carnes em geral (bovina e suína, congelados IQF), para atender todas as unidades escolares do município e programas sociais da Secretaria de Promoção Social, por um período de 12 meses”, explica trecho do edital publicado.

O processo licitatório prevê a compra de 101.812 Kg de carne bovina tipo patinho em cubos e também de 57.812 Kg de carne suína pernil sem osso em cubos. Os valores estimados no edital são de R$ 23,49 para a carne bovina e de R$ 15,51 para a suína. Por isso, existe uma previsão de custo em torno de R$ 2.392.072,94 para a compra de carne bovina e de R$ 896.664,12 para o item 2, que é a suína.

A empresa vencedora do pregão será a responsável pela entrega da carne bovina e suína em 82 locais, sendo que 80 deles são prédios escolares, entre Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental), Emeis (Escolas Municipais de Ensino Infantil), Ceis (Centros de Educação Infantil) e escolas estaduais.

Post anterior

Semana do Sono tem palestra gratuita

Próximo post

CULTURA, 9 de março de 2019