Home»Cidade»Saúde investiga suspeita de morte pelo vírus H1N1

Saúde investiga suspeita de morte pelo vírus H1N1

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Um aposentado de 61 anos morreu nesta quarta-feira (16) e há suspeita de contaminação pelo vírus H1N1. O sepultamento será realizado nesta tarde no Cemitério Santo Antônio. O paciente estava internado desde o último dia 7, no Hospital São Francisco.

De acordo com o apurado junto à família, o idoso estava com insuficiência respiratória. No dia seguinte ao da internação, o paciente ficou em isolamento (no quatro do hospital) e na última segunda-feira (8) o quadro se agravou e houve a transferência para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

 

Através da assessoria de imprensa da Prefeitura, a VE (Vigilância Epidemiológica) informou ter sido comunicada do caso suspeito de H1N1 no último dia 8, sendo o material coletado e enviado para avaliação no Instituto Adolfo Lutz. Portanto, não se pode afirmar que a causa da morte seja a gripe A, pois não há diagnóstico confirmado.

O Município tem sete casos notificados com suspeita de H1N1, sendo que dois já apresentaram resultado negativo em exame realizado pelo Instituto Adolfo Lutz. Portanto, a VE segue no aguardo dos laudos dos cinco casos suspeitos notificados.

vacinacao gripe

Vale lembrar que está em andamento a Campanha de Vacinação Contra a Gripe em todos os postos de saúde das 8 às 11 horas e das 13 horas às 15h30. A campanha se estende até o dia 1º de junho. O público-alvo é formado por idosos acima de 60 anos, crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, gestantes, puérperas de até 45 dias pós-parto, trabalhadores da área da saúde, povos indígenas, portadores de doenças crônicas, população carcerária e funcionários do sistema prisional.

Na rede privada de saúde, a dose da vacina antigripal custa R$ 100.

 

Post anterior

Salão de Humor: inscrições terminam 6ª

Próximo post

Tentativa de homicídio no Jardim Santa Terezinha