Home»Cidade»Samae espera aval para tubulação transpor SP-342

Samae espera aval para tubulação transpor SP-342

Pedido de autorização já foi enviado à Concessionária Renovias e resposta é aguardada para a próxima semana

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Chegou à região dos Ypês, a instalação dos tubos que compõem a ampliação da adutora de água tratada, que contemplará as Zonas Norte e Leste. O serviço foi realizado até a altura do viaduto sobre a SP-342, que liga Mogi Guaçu a Espírito Santo do Pinhal. Mas para passar sobre a rodovia ainda depende de autorização da Concessionária Renovias, segundo adianta o superintendente da autarquia, Elias Fernandes de Carvalho.

“Chegamos neste ponto e vamos recomeçar no outro trecho”, diz Elias, referindo-se à região da Cerâmica Lanzi. A tubulação passará pelo traçado do antigo ramal ferroviário, chegando ao reservatório de água do Jardim Ypê II. Para que a tubulação transponha a SP 342, o superintendente disse que será possível utilizar a ponte do antigo ramal ferroviário que era usado pela Chamflora.

Esta semana, o superintendente esteve em reunião na sede da Concessionária na Renovias e foi informado de que terá o parecer até a próxima semana. O Samae providenciou os documentos necessários para a autorização que é solicitada junto à Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo), por meio da Renovias.

Adutora SamaeToda a instalação da tubulação da adutora de água tratada é orçada em R$ 798 mil. O custo dos tubos foi de R$ 1,4 milhão. A obra é realizada pela Engecomse. Iniciada no final de maio, a estimativa é de que seja concluída até o 28 novembro.  O custo é de R$ 798 mil com a mão de obra, mas a autarquia investiu outros R$ 1,4 milhão na compra dos tubos de ferro fundido. Tudo é feito com recursos próprios do Samae.

Com bitola de 400 milímetros, a nova adutora terá mais de 3 quilômetros de extensão, conectando a ETA (Estação de Tratamento de Água) do Jardim Bela Vista ao reservatório do Jardim Ypê II, que tem capacidade para armazenar 2 milhões de litros.

O reservatório do Jardim Ypê II já está conectado ao reservatório do Jardim Ypê VIII, que armazena 3,5 milhões de litros. A obra permitirá ampliar o abastecimento em todos os Jardins Ypês e adjacências, assim como o Residencial “Moacir Guzoni”, Jardim Imperial, Chácaras Santa Felicidade, Pantanal I e II e o Distrito Industrial “João Batista Caruso”. Desta forma, o reservatório da Vila São Carlos, de 1 milhão de litros, abastecerá  exclusivamente o Parque Cidade Nova e bairros vizinhos.

 

 

 

 

Post anterior

Artigo: Ainda Bolsonaro

Próximo post

Agenda: Já se programou para o final de semana?