Home»Polícia»ROMU localiza moto furtada no Jardim Novo II

ROMU localiza moto furtada no Jardim Novo II

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Um adolescente de 16 anos e o colega de 38 anos carregavam uma motocicleta para colocá-la em um caminhão e levantaram suspeitas de guardas civis da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal), que patrulhavam o Jardim Novo II, na noite da terça-feira (27).

A moto estava sem placa e sem carenagem e os guardas Edinaldo, Gonçalves, Garcia e Carlos Borges decidiram averiguar a documentação dos veículos.

O chassi do motor da moto tinha sido suprimido. Por meio de uma etiqueta localizada na moto, com a numeração foi feita pesquisa e constatado que o veículo tinha sido furtado no dia 9 de março.

O adolescente disse que um amigo do Facebook havia lhe oferecido a compra e entregou a moto alegando que posteriormente traria a nota de compra. O rapaz disse que comprou a moto em quatro parcelas de R$ 200, não tendo efetuado o pagamento ainda. Mas que teria negociado o veículo com outra pessoa que aceitou pagar R$ 1 mil.

Já o dono do caminhão disse que o colega adolescente pediu para que ele transportasse a moto até um comprador em Itapira, e não sabia da irregularidade do veículo.

Ainda em conversação, o adolescente contou que as partes que faltam da motocicleta Honda Fan 160 estavam na chácara da sua mãe. No local, foram localizados os paralamas dianteiro e traseiro, duas peças laterais e duas rabetas traseiras.

Na delegacia, o caminhoneiro e o veículo foram liberados e o adolescente voltou para a casa da mãe após ela assinar um Termo de Responsabilidade de apresentá-lo ao Ministério Público. A moto e as peças permaneceram apreendidas pela Polícia Civil.

 

Moto abandonada

Pela Zona Sul, os guardas civis Camila e Brito localizaram outra motocicleta abandonada, por volta das 23h35 de terça-feira (27).  A moto estava estacionada irregularmente e atrapalhando o trânsito de uma rua no Jardim Munhoz.

A Honda CG 125, cor azul, tinha placa de Mogi Mirim, e após pesquisa não constava queixa de crime. Os guardas não conseguiram localizar o proprietário e como o licenciamento estava vencido desde 2014 foi apreendido em guincho.

Post anterior

Mogi Mirim se despede da Série A-3 após goleada

Próximo post

13 dias após acidente fatal, obra recomeça