Home»Destaque na Home»ROMU e Canil apreendem drogas

ROMU e Canil apreendem drogas

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

 Guardas civis do Canil patrulhavam o Jardim Santa Terezinha I, na tarde dessa quinta-feira (5) quando uma mulher parou a viatura e informou que desconfiava de tráfico em determinada rua. O local tinha vários rapazes, mas com as características fornecidas de quem passava a droga, os guardas foram para lá.

Três foram abordados e, com dois deles, nada de ilícito foi encontrado e os jovens foram liberados. Um adolescente de 16 anos, com as características da denunciante, permaneceu no local enquanto a cachorra Babi farejava o local em que o adolescente estava. Minutos depois, Babi encontrou 19 tubetes com cocaína escondidos em um cano de PVC de escoamento de águas pluviais de uma residência.

Os guardas Thiago e Couto levaram o adolescente para a Central de Polícia Judiciária onde permaneceu apreendido pelo delegado até ser ouvido em audiência pelo juiz da Vara da Infância e Juventude. Ela nega que estivesse traficando. O adolescente já foi apreendido anteriormente pelo mesmo ato infracional.

 

ROMU

Na noite de quarta-feira (4) a equipe ROMU (Ronda Ostensiva Municipal) apreendeu mais drogas pelo Santa Terezinha II.  O Centro de Comunicação da Guarda (Cecom) informou à equipe que um casal era suspeito de estar traficando pelo bairro. Os guardas Fernandes, Gonçalves, Garcia e Carlos Borges foram para o local.

Ao chegarem na rua indicada, um homem conversa com um motociclista que logo deixou o local ao avistar a viatura. Nisso, o homem entrega algo a adolescente. Ela escondeu algo na blusa. Um outro rapaz também foi abordado no local.

Com ele havia R$ 50 e três pinos com cocaína. Disse que era para consumo e negou ter comprado a droga com o casal. Na delegacia, após interrogatório ele foi liberado mediante compromisso judicial do Termo Circunstâncial de Ocorrência.

O casal é amasiado. A adolescente acabou entregando a droga que estava na blusa – 10 pinos com cocaína e R$ 300. Disse que a droga era para consumo e que o dinheiro era parte do salário.  Ao ver que adolescente seria apreendida, Márcio da Cruz Almeida, 25 anos, assumiu ser dono do entorpecente.

IMG-20171005-WA0042

Na Central de Polícia Judiciária, o delegado João Rissato determinou a apreensão da adolescente e a prisão de Márcio, por tráfico.

IMG-20171005-WA0041

 

 

Post anterior

Blade Runner 2049 está entre as estreias da semana

Próximo post

HM realiza 832 exames de ultrassom em setembro