Home»Cidade»Reforma: Franceli propõe horário para evitar queixas

Reforma: Franceli propõe horário para evitar queixas

A ideia é realizar pintura às sextas-feiras fechando a UBS e retornando o expediente às segundas

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A SOV (Secretaria de Obras e Viação) apresentou nova proposta de trabalho à Secretaria de Saúde para a condução da reforma da UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim Novo I. O serviço foi alvo de queixa do vereador Fábio Aparecido Luduvirge Fileti, o Fabinho (PSDB), porque estava sendo realizado com o posto de saúde em funcionamento.

Com isto, acarretou transtornos à equipe, sendo a principal queixa o cheiro de tinta que provocou náuseas e vômitos. Além disso, os pacientes também ficaram à espera de atendimento no corredor em que as portas e paredes recebiam a pintura.  

Segundo o vereador, ele passa com frequência pelo posto e na quinta-feira (8) decidiu entrar para observar a reforma. Foi quando se deparou com o cheiro da tinta. Também estava sendo feita a limpeza da caixa d´água. “Cheguei e me deparei com a recepção lotada de idosos, cheiro de tinta esmalte usada nas portas e esquadrias, além do cheiro forte de tiner também”, comenta.

posto saude zona norte jd novoFabinho não poupou críticas à Secretaria Municipal de Saúde e à SOV. “Infelizmente não tem planejamento na SOV e na Saúde, fazendo o serviço no meio do expediente. Está tudo bagunçado, salas com lonas pra pintura, caixa d´água sendo lavada e formando lama. Esta obra com o posto em funcionamento é inadmissível”, justifica.  

Para o vereador, a reforma é uma “maquiagem” na UBS porque não contempla acessibilidade, como rampas para cesso de cadeirantes, nem grades sobre as canaletas de água e cobertura na área de tanque.

 

MUDANÇAS

Diante do cenário, o vereador pediu a presença de representantes da SOV e da Saúde no local e foi atendido. Um engenheiro da Pasta explicou que o valor da reforma é de apenas R$ 49 mil e o trabalho está em acordo com o que consta da planilha. Quanto à área do tanque, ele disse que irá estudar a forma de colocar uma cobertura. Por sua vez, o assessor técnico da Secretaria Municipal de Saúde, Pedro José Gonçalves fotografou todos os locais apontados pelo vereador para que conste de documento administrativo que será enviado à SOV e, desta forma, seja feita análise do que pode ser feito quanto às queixas.

posto saude zona norte jd novoEm relação ao funcionamento o horário proposto de trabalho das 16 horas às 22 horas foi considerado inviável pelo responsável pela SOV, Salvador Franceli. A justificativa é de que a empresa não teria como arcar com os custos referentes ao pagamento de horas-extras, pois este horário não constava da licitação.

Daí, portanto, a proposta de fazer outros trabalhos de segunda à quinta-feira, reservando a sexta-feira para a pintura. Desta forma, o posto seria fechado apenas nesta data, retornando ao expediente às segundas. “A Clara ficou de analisar a proposta e, enquanto isso, os trabalhos de pintura estão suspensos”, disse. Quanto às demais questões, estão sendo analisadas porque, de fato, não estão contempladas nesta reforma.

 

 

Post anterior

GCM reforçará segurança na Chácaras Alvorada

Próximo post

Atribuição: professores aguardam sanção de projeto