Home»Cidade»Quaresma: preparação para a Páscoa

Quaresma: preparação para a Páscoa

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A imposição das cinzas sobre a fronte dos católicos marca o início da Quaresma com a cerimônia da Quarta-feira de Cinzas. “É tempo de preparação para a Páscoa, que é a caminhada para a nova vida que o Cristo propõe”, pontua o padre João Marcos Moreira, o responsável pela Paróquia de Nossa Senhora das Graças.

O padre destaca que dentro da Quaresma se assume um tempo específico e prático que envolve não só a igreja católica, mas todos os cristãos. “Buscar a nova vida no Cristo ressuscitado pelo esforço na superação da violência”, diz ao fazer uma citação ao tema da Campanha da Fraternidade 2018: Fraternidade e a Superação da Violência.

campanha fraternidade padre marcos moreira

Quanto às penitências, ações habituais no período da Quaresma, padre Marcos sugere que sejam adotadas atitudes citadas em panfleto lançado pela Editora Pão e Vinho de autoria do padre Cristovam Iubel. O material tem o título “Sugestões para a superação da violência no dia a dia” e algumas das dicas são: evitar a maledicência, criar um ambiente de paz e não fazer ao outro aquilo que não gostaria que fizessem a você. “A penitência é aquela que venha a modificar o nosso comportamento e a nossa mentalidade”, pontua.

O religioso atenta, no entanto, que nada impede a adoção das penitências costumeiras que são aquelas relacionadas a abster-se do consumo de algum alimento ou de comprar algo, por exemplo. No entanto, destaca que não basta apenas deixar de fazer, mas reverter em um bem ao próximo. “Fazer jejum e dar esmola, mas sem que sejam expressões de amor, não têm razão de ser. Senão acaba sendo regime e não penitência”, atenta ao lembrar que a caridade também é um caminho de superação da violência.

quarta feira cinzas padre marcos

Quanto à abstinência do consumo de carne durante a Quaresma, a Igreja recomenda que seja feito na Quarta-feira Cinzas e na Sexta-feira Santa.

 

 

 

Post anterior

Censo Agro: Produtores ainda recusam responder questionário

Próximo post

Tela Viva retoma sessões neste mês