Home»Destaque na Home»Procurado por roubos a propriedades rurais é preso em Minas Gerais

Procurado por roubos a propriedades rurais é preso em Minas Gerais

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Um dos maiores suspeitos de roubos de caminhonetes e propriedades rurais na região foi preso na madrugada desta terça-feira (22) em uma operação realizada pela Polícia Civil de São João da Boa Vista, Aguaí, Casa Branca e Mococa.

Cristiano Antônio da Silva, de 33 anos, conhecido popularmente como “Bundinha” foi preso junto com seu comparsa, André da Silva Cruz, de 26 anos, em uma residência na cidade mineira de Guaxupé.

prisao cristiano antonio da silva vulgo bundinha

prisao cristiano antonio da silva vulgo bundinha

De acordo com a Polícia Civil, “Bundinha” é apontado como sendo o chefe de uma quadrilha que nos últimos seis meses roubou mais de 50 caminhonetes e agiu com extrema violência.

Na casa de Guaxupé, onde “Bundinha” e André foram surpreendidos pela polícia, foram apreendidos um carro Fiat/Pálio Weekend Adventure que foi furtado em Leme/SP e estava com placas adulteradas como sendo da cidade de Divinópolis/MG, três armas de fogo municiadas, documentos falsos e outros objetos.

prisao cristiano antonio da silva vulgo bundinha

prisao cristiano antonio da silva vulgo bundinha

Em Mogi Guaçu

“Bundinha” é considerado um dos maiores ladrões de propriedades rurais do estado de São Paulo, e aqui em Mogi Guaçu, ele também fez diversas vítimas.

Em Julho de 2018, um roubo a um sítio no bairro Itaqui mobilizou até mesmo o helicóptero Águia da Polícia Militar. O crime teria sido cometido por “Bundinha”, que há tempos estava sendo acusado de roubar os moradores daquela região.

164_Operacao-Policia-Militar-Guarda-Municipal-Helicoptero-Aguia

Na época, a vítima, um agricultor de 64 anos, relatou que foi abordado de forma inesperada por um desconhecido que portava uma arma de fogo e anunciou o assalto, levando sua caminhonete, celulares e documentos.

Em seguida, o criminoso fugiu por uma estrada de terra que dá acesso ao Distrito de Martinho Prado e a cidade de Leme.

O helicóptero Águia da polícia militar foi acionado e fez buscas pelo suspeito na região, mas ele não foi encontrado e continuou foragido até esta terça-feira, dia em que foi preso em Guaxupé.

Cristiano Antônio da Silva é natural da cidade de Leme e agora, junto com seu comparsa, foi encaminhado para a cadeia pública de Casa Branca.

Com a prisão de “Bundinha” existe a expectativa de que os assaltos nas Zonas Rurais sofram uma queda. O comandante da Guarda Civil Municipal Claudemir Adorno da Costa falou a Gazeta que isso pode realmente acontecer, mas ressaltou que nem todos os crimes foram cometidos por ele. “Ele era um dos procurados. Em muitos casos, as vítimas apontaram o “Bundinha” como sendo o autor dos crimes e isso pode sim diminuir no número de assaltos. Porém, ele não é o único assaltante”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Post anterior

Tarifa branca é ampliada e pode gerar economia na conta de luz

Próximo post

Sindiçu começa nesta 3ª feira as reuniões para a campanha salarial