Home»Política»Prestação de contas de Marcos é reprovada

Prestação de contas de Marcos é reprovada

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A Justiça Eleitoral reprovou a prestação de contas final do então candidato a prefeito de Mogi Guaçu, Marcos Antonio (PSD). Agora, ele terá de reverter à decisão em 1ª instância. A sentença na Justiça Eleitoral de Mogi Guaçu foi dada pelo juiz eleitoral Roginer Carniel.

Por enquanto, Marcos segue elegível, ou seja, ainda pode ser candidato a cargos públicos e eletivos nas próximas eleições. Porém, para que a elegibilidade prossiga, ele terá de ingressar com recurso no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo questionando a sentença em 1ª instância. Se conseguir a aprovação da prestação de contas final, Marcos torna sua situação legalizada junto à Justiça Eleitoral. Mas caso o TRE-SP mantenha a sentença de reprovação, marcos Antonio torna-se, então, inelegível.

Dentre as razões que levaram a Justiça Eleitoral local a reprovar a prestação de contas estão a ausência de declarações contábeis que não foram anexadas ao documento, além de erros nos cálculos de entrada e saída de recursos financeiros e falta de notas fiscais e recibos. “Mas não são razões graves. São fáceis de resolver e já estamos providenciando toda a documentação necessária para apresentar no TRE-SP e estou confiante que vamos reverter essa decisão quando chegarmos na 2ª instância”, comentou Marcos Antonio.

Vale ressaltar que a situação política de Marcos Antonio também recai sobre a de seu então candidato a vice-prefeito André Bueno (PP). Juntos eles disputaram as eleições municipais do ano passado e obtiveram pouco mais de 14,9 mil votos.

Post anterior

Brinquedos arrecadados serão doados para entidades

Próximo post

CCZ imunizou mais de 24 mil cães e gatos