Home»Destaque na Home»Presidente do Conseg pede apoio para vereadores

Presidente do Conseg pede apoio para vereadores

Verba para a construção da sede própria do Batalhão da PM e pedido de delegados para a cidade foram discutidos

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Cobrar o Governo do Estado para a liberação recursos e efetivo para Mogi Guaçu foi a temática de uma reunião entre o presidente do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança), Adriano da Mata, e os vereadores. Ele esteve presente na sessão da Câmara, na última segunda-feira (25), e reforçou a necessidade de uma união de esforços para cobrar melhorias para a cidade na questão da segurança pública. “No ano passado, fizemos alguns pedidos para o Estado e acredito que unir forças para solicitar e reforçar esses pedidos é o caminho”, comentou Adriano.

Ele lembrou que um dos pedidos acabou de ser atendido pela Secretaria de Segurança Pública ao nomear uma delegada titular para a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher). Mas, segundo ele, outros pedidos estão parados e são de extrema importância para a cidade.

Um deles seria a liberação de recursos para a construção da sede própria do 26º Batalhão da Polícia Militar. Em 2012, o projeto do prédio ainda estava sob análise e a Prefeitura já tinha feito a doação da área. A área fica ao lado da ETEC “Euro Albino de Souza”, no Jardim Novo II, mas até agora não houve a liberação de verba para a construção. Segundo ele, a PM deixou de receber oito viaturas no ano passado por conta da Corporação não contar com sede própria. “Com a sede própria e um espaço físico maior, a PM terá condições de receber novas viaturas e mais soldados. A escolta que é feita na penitenciária feminina já diminuiu o patrulhamento que é feito na rua. Então, temos que melhorar o efetivo e cobrar o Estado”, explicou aos vereadores.

Adriano
Adriano

O fato de a penitenciária feminina não ter colocado para funcionar o ambulatório da unidade é o que tem acarretado atendimentos feitos nas unidades de saúde da cidade, de acordo com o presidente do Conseg. Por isso, uma das reivindicações é para que a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) faça investimentos no ambulatório da unidade prisional. Assim, diminuiria o número de escoltas feitas pela PM. “Esse é outro pedido que já fizemos e gostaria que vocês reforçassem. Sem escoltas, a PM focaria todo o efetivo no policiamento ostensivo da cidade”, relatou.

Outra preocupação do presidente do Conseg é com relação a previsão de aposentadoria de pelo menos seis delegados ligados à Delegacia Seccional de Mogi Guaçu. Para ele, é de extrema importância que as cobranças comecem a ser feitas desde já. “A cidade já sofre com a defasagem de delegados. Prova disso é que a DDM ficou tanto tempo sem titular. Com essas aposentadorias, a cidade corre o risco de ficar praticamente sem delegados”.

A liberação do convênio para que a PM autue no trânsito é outra cobrança que precisa ser feita. Adriano informou que o prefeito Walter Caveanha (PTB) já assinou o convênio, mas falta a liberação do Estado. Além desses assuntos, o videomonitoramento também foi discutido. Nesse caso, a intenção é conseguir recursos ou parceiros para que o projeto possa ser colocado em prática.

Os vereadores se comprometeram a acionar seus deputados para que todos os pedidos discutidos na reunião possam ser reforçados junto ao secretário de Segurança Pública, o general João Camilo Pires de Campos.

 

ESTADO

A Secretaria da Administração Penitenciária informou que a penitenciária feminina de Mogi Guaçu possui toda a infraestrutura necessária no setor de enfermaria, “com amplas salas de enfermagem e odontologia”. A SAP disse  que “atualmente o presídio conta com equipe de saúde formada por duas enfermeiras, quatro auxiliares de enfermagem e um dentista. Será em breve aberto concurso para contratação de 84 médicos”, mas não houve de data. A SAP também ressaltou que a população prisional tem atendimento médico garantido por meio da Portaria Interministerial nº 1, de 02/01/2014 no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

sessao de camara conseg adrianoJá a Secretaria de Segurança Pública informou que “os projetos executivos para a construção da nova sede do 26º BPM/I e 1ª Cia PM, em Mogi Guaçu, estão em andamento”, mas não mencionou prazos.

Sobre o convênio do trânsito, “a SSP aguarda o envio da documentação necessária para análise e formalização do convênio com o município”. Já a contratação de delegados é prevista, mas também não tem prazo. “Em relação à aposentadoria, a Polícia Civil informa que novas contratações foram anunciadas e concursos estão em andamento”.

Post anterior

Marcus Cirillo se apresenta no Teatro Tupec

Próximo post

Guaçuanos conquistam bons resultados em Circuito