Home»Destaque na Home»Presidente da Câmara pede mudança de postura da Santa Casa

Presidente da Câmara pede mudança de postura da Santa Casa

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Na sessão da Câmara Municipal, desta segunda-feira (8), o presidente da Casa, Luís Zanco Neto, o Zanco da Farmácia (PTC), afirmou que os vereadores precisam marcar uma reunião com a nova direção da Santa Casa de Misericórdia de Mogi Guaçu. De acordo com ele, o objetivo é pedir para que os atendimentos ambulatoriais voltem a ser feitos, principalmente às pessoas mais carentes de Mogi Guaçu. “É muito difícil para a pessoa chegar à Santa Casa buscando por atendimento médico e ter que ouvir que ela precisa ir ao PPA ou ao Hospital Municipal e, de lá, eles vão encaminhá-la para a Santa Casa, se for preciso. A Santa Casa é um hospital do SUS e ela tem, sim, que olhar com mais carinho para a população”, disse o presidente da Casa.

Zanco fez suas declarações sobre o assunto na tribuna da Câmara e recebeu apoio da maioria dos vereadores. O presidente do Legislativo ponderou dizendo que reconhece as dificuldades financeiras pelas quais a Santa Casa passa e afirmou que toda ajuda será sempre bem-vinda e que é função dos vereadores conseguir cada vez mais emendas parlamentares para a instituição. “A Santa Casa está passando por dificuldades e as emendas impositivas agora podem ter parte de seus valores destinada à Santa Casa.

sessao de camara luis zancolMas ela também precisa dar uma olhadinha para a nossa população. Ela precisa de ajuda, mas a Santa Casa também poderia colaborar um pouquinho mais com a nossa população. Poderia voltar a atender no ambulatório, por exemplo. Poderia colaborar mais para que nossa saúde municipal tenha uma melhora na qualidade. A Santa Casa poderia também voltar a fazer alguns exames”, pontuou Zanco.

O presidente da Câmara enfatizou que a Santa Casa de Mogi Guaçu é um hospital de alta complexidade e, por isso, recebe R$ 4,8 milhões por ano de repasse financeiro da Prefeitura guaçuana, além das verbas estaduais e federais. Para Zanco, a Santa Casa é importantíssima para Mogi Guaçu e precisa cada vez mais ser ajudada por todos, desde a classe política até empresarial e a própria população. “Mas eu sinto que nós estamos lutando pela Santa Casa, batalhando por ela e ela não está olhando para o pessoal mais carente. São várias as sugestões que nós estamos sempre falando para a Santa Casa sobre maneiras que podem ser melhorar os atendimentos. Mas, agora, o maior objetivo é lutar pela volta do atendimento da população mais simples, mais carente, que mais precisa da Santa Casa”, finalizou Zanco.  

 

 

Post anterior

Homem é preso após furtar galinhas no Jardim Brasília

Próximo post

Nasce Uma Estrela é destaque nos cinemas