Home»Caderno Multi»Preparação: O Enem está chegando

Preparação: O Enem está chegando

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Muitos estudantes estão contando os dias para a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) que neste ano acontecerá nos dias 3 e 10 de novembro. A primeira prova da edição 2019 será composta de 90 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas, além da Redação. Os alunos terão cinco horas e meia para resolver as perguntas e desenvolver o tema da redação. Já no segundo domingo, dia 10, os alunos terão cinco horas para a prova composta por 45 questões de Matemática e outras 45 de Ciências da Natureza. Na redação são exigidas sete linhas no mínimo ou 30 linhas no máximo. O texto deve se adequar ao modelo dissertativo-argumentativo a partir de uma situação-problema.

Muitos alunos estão estudando desde o início do ano com o objetivo de conseguir uma boa nota no exame e a Gazeta foi saber como tem sido a rotina de estudos e os objetivos de alguns deles. Um grupo de estudantes optou pelo estudo coletivo, enquanto outros seguem tranquilos e sozinhos nos estudos. Professores também deixaram dicas básicas e importantes para serem aplicadas um dias antes das provas. Vale lembrar que o Enem é um dos meios principais de acesso ao ensino superior público, por meio do Sisu, e particular através do Prouni e do Fies.

SEM PRESSÃO

Vinícius estuda sozinho para o Enem 

Vinícius Zambaldi, 17, está no 3º ano do ensino médio da Feg (Fundação Educacional Guaçuana). Apesar de também estar esperando chegar os dias da prova, o estudante disse estar tranquilo. Para ele, não adianta se preocupar demais conforme o prazo de estudos vai se esgotando. Vinícius começou a pensar no Enem quando ingressou no primeiro colegial, desde então, passou a estudar com outros olhos, pensando que em um futuro próximo teria uma grande decisão pela frente. Por conta disso, ele contou que não estabeleceu uma rotina fixa de estudos. “Tem dia que eu simplesmente falo que vou estudar e estudo”.

Vinícius já fez a prova do Enem como treineiro

Consequentemente, o jovem também não mudou a sua rotina e não precisou abrir mão de outras atividades que gosta de fazer. “Eu não me pressiono porque penso que ainda sou jovem e vou ter tempo caso seja preciso fazer outras provas”. No entanto, o perfil mais tranquilo de Vinícius não o isenta da consciência de suas dificuldades, tanto que quando estuda, ele procura focar sua atenção em matérias como matemática e física.

Além disso, ele também tem procurado se manter informado nos assuntos da atualidade por conta da redação. O fato de já ter prestado o Enem como treineiro também deixa o aluno do ensino médio mais tranquilo. “Eu já sei como é tanto a prova quanto o clima do ambiente e isso ajuda”, comenta.

Vinícius pretende seguir a carreira profissional em publicidade e marketing, sendo que pretende prestar vestibular para faculdades estaduais e federais.

GRUPO DE ESTUDOS

Alunos estudam juntos aos sábados na própria escola

Larissa, Andreza, Rafaela, Ana Flávia, Giuliana, Lucas, Ramon e Joaquim são alunos da escola estadual “Padre Longino Vastbinder”, que fica no Jardim Itacolomy. Assim como a maioria dos estudantes do 3º ano do ensino médio, eles vivem uma grande expectativa por conta da prova do Enem. Em agosto deste ano, o grupo de amigos resolveu se reunir todos os sábados de manhã na escola com o objetivo de estudarem juntos uma disciplina em específico: a física. Para eles, a matéria é muito complexa por conta de suas diversas fórmulas. Os estudos são liderados pelo irmão da estudante Andreza Vicentin. Isso porque, ele faz faculdade de física na Unicamp, em Campinas, e se propôs a ajudar de forma voluntária os estudantes. “Na escola temos duas aulas de física na semana, o que não estava sendo suficiente e gerou a necessidade de reforço”, pontuou Andreza.

O grupo ainda fez questão de frisar que nas demais matérias todos têm se desenvolvido muito bem, principalmente em Língua Portuguesa e Matemática. “Temos professores ótimos, que nos prepararam muito bem, tanto psicologicamente quanto fisicamente”, completou Andreza. O aluno Joaquim Malcon de Alcântara Filho ressaltou que a grande vantagem de estudar em grupo é a possibilidade que se tem de tirar todas as dúvidas. “Ajuda bastante porque a dúvida do colega pode ser a sua também”. Outra vantagem apontada pelos alunos é que o professor de reforço explica cada questão com muita calma, fixando ainda mais a matéria na cabeça de todos. “Durante a semana a gente conversa com nosso professor e aos sábados revisamos tudo no estudo em conjunto”, reafirmou Joaquim.

Apesar de estarem juntos nos estudos, cada aluno tem um sonho de carreira diferente, sendo que o objetivo em comum é conseguir uma boa nota no Enem para terem a oportunidade de ingressar em faculdades renomadas. Fora os sábados, cada integrante do grupo garantiu que tem levado uma rotina “pesada” de estudos com cursinhos online, presenciais e vídeos aulas.

Com isso, todos também relataram que a vida mudou desde o início do ano, já que eles têm aberto mão de sair com os amigos e de assistir séries, por exemplo, como faziam antes. E quanto a proximidade da prova do Enem, eles revelam a ansiedade.

Profissão

Larissa pretende ser arquiteta e Andreza quer fazer psicologia, mas também escolherá educação física como segunda opção. Rafaela vai tentar tirar uma boa nota no Enem para conseguir fazer biomedicina em uma faculdade de Araras. Ana Flávia pretende cursar química ou química industrial e a amiga Giuliana vai fazer fisioterapia e futuramente quer fazer engenharia aeronáutica. Já Lucas optou por engenharia de produção, enquanto Ramon tem o foco em arquitetura e engenharia como segunda opção. Joaquim quer ser professor, por isso, vai fazer o curso de história ou biologia.

PREPARAÇÃO

Manter a tranquilidade é a principal dica

As professoras Anabela Martins, de Português, e Andrea Magalhães, de Matemática, são docentes do ensino médio na escola Padre Longino. As duas sabem muito bem o tamanho da ansiedade dos estudantes quando o assunto é a prova do Enem. Participantes ativas na preparação de seus alunos, as professoras procuraram trabalhar com eles durante todo o ano atividades que simulassem o exame. A professora Anabela, por exemplo, sempre deu uma redação por mês aos alunos no nível do Enem. Seguindo a mesma linha, Andrea aplicou exercícios iguais a do exame. Tudo para preparar e treinar cada aluno.

Anabela Martins e Andrea Magalhães

Agora, na reta final, elas acreditam que a melhor coisa a se fazer é cuidar da saúde física e mental para estar bem no dia da prova. Com isso, a primeira dica é com relação aos estudos. Para as professoras, não é nada legal estudar um dia antes do Enem, apesar de muitas pessoas acreditarem ao contrário. Isso porque, o aluno vai ficar ansioso em querer ver um pouco de tudo e vai acabar ficando confuso “É momento de relaxar e buscar tranquilidade”, pontuou a professora Anabela.

Outras orientações básicas, mas não menos importantes, são com relação ao sono e a alimentação do dia anterior à prova. Os estudantes devem evitar comer alimentos pesados como frituras e carboidratos que diminuam o metabolismo. O ideal é fazer uma alimentação saudável como uma proteína magra, verduras e legumes. Assim será mais fácil ter um sono tranquilo, o que também é essencial um dia antes do Enem. “Assim o aluno chega concentrado e calmo”, lembrou a professora Andrea. No dia da prova, as professoras indicam levar água, barrinha de cereal e uma fruta como lanche, evitando o chocolate. “É bom evitar porque vai que no nervosismo você abusa e acaba fazendo mal”, esclareceu Anabela.

E para controlar a ansiedade, as professoras disseram que cada aluno pode trabalhar a respiração em casa, fazendo exercícios simples como inspirar profundamente pelo nari. “Vai oxigenar o cérebro e combater o estresse e o nervosismo”, explicou as professoras. Outra dica é fazer meditação para manter a calma e aumentar a concentração. Sobretudo, as professora aconselham todos a terem pensamentos positivos com relação aos seus objetivos. “São técnicas que ajudam muito”.

Previous post

Oposição lembra que retorno da UPA foi promessa de campanha

Next post

Jéferson envia notificação extrajudicial ao HM