Home»Cidade»Prefeitura espera arrecadar R$ 26 milhões com IPVA

Prefeitura espera arrecadar R$ 26 milhões com IPVA

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Desde a última quarta-feira, dia 9, os motoristas estão atentos ao pagamento do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores). No dia 9 venceu o prazo para o pagamento integral, com desconto de 3%, ou do parcelamento em três vezes do imposto para os veículos com final de placa 1. Os contribuintes devem ficar atentos às datas de vencimento. 

A Prefeitura de Mogi Guaçu, via assessoria de imprensa, respondeu a um questionamento da Gazeta sobre qual o valor que será arrecadado com o IPVA 2019. De acordo com informações da assessoria, o município espera receber R$ 26 milhões. “No ano, a previsão é, em números redondos, valor bruto de R$ 26 milhões, sendo que 20% desta receita é aplicada no Fundeb”.

A quitação do IPVA pode ser de três maneiras: à vista com desconto de 3% (janeiro); à vista sem desconto (fevereiro) ou em três parcelas, de janeiro a março, de acordo com a data de vencimento da placa. Para efetuar o pagamento, basta se dirigir a uma agência bancária credenciada com o número do RENAVAM (Registro Nacional de Veículo Automotor).

O pagamento pode ser feito nos terminais de autoatendimento, nos guichês de caixa, pela internet ou débito agendado, ou outros canais oferecidos pela instituição bancária para fazer o pagamento. O IPVA também pode ser pago em casas lotéricas.

Também é possível verificar o valor no portal da Secretaria da Fazenda (portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva/), mediante o número do Renavam e a placa do veículo. O proprietário tem até a data de vencimento da placa (veja calendário abaixo) para quitar o imposto em cota única, com desconto, ou pagar a primeira parcela do tributo.

 IPVA_2019

Cálculo

As alíquotas do imposto permanecem inalteradas para 2018. Os proprietários de veículos movidos a gasolina e os bicombustíveis recolherão 4% sobre o valor venal. Veículos que utilizam exclusivamente álcool, eletricidade ou gás, ainda que combinados entre si, têm alíquota de 3%. As picapes cabine dupla pagam 4%. Os utilitários (cabine simples), ônibus, micro-ônibus, motocicletas, motonetas, quadriciclos e similares recolhem 2% sobre o valor venal. Os caminhões pagam 1,5%. (JD com informações da Secretaria da Fazenda).

Post anterior

Admir Falsetti pretende transferir cargo da FPF

Próximo post

Voluntários levam histórias para crianças na Biblioteca