Home»Destaque na Home»Prefeitura diz que merenda escolar está normalizada

Prefeitura diz que merenda escolar está normalizada

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Após diversos problemas enfrentados com a merenda escolar, a Prefeitura de Mogi Guaçu, por meio da Secretaria de Comunicação, informou que o fornecimento de carne bovina e de outros produtos foi normalizado. O release enviado à imprensa nesta segunda-feira (29) informou que “o cardápio já conta com a distribuição constante de carne vermelha, carne suína e frango, além de proteínas e legumes”.

Desde o início do ano letivo, a merenda escolar de Mogi Guaçu registrou a falta de alguns itens devido a problemas ocorridos no processo de compra, principalmente de carne bovina, suína e frango. Também houve o registro de falta de feijão. Por conta disso a Secretaria de Educação fez a compra emergencial dos produtos em falta pontualmente até a conclusão do processo licitatório.

merendaA Secretaria da Educação é a responsável pelo fornecimento de mais de 31 mil refeições diárias aos mais de 27 mil alunos matriculados. “Os entraves não prejudicaram a qualidade da merenda, tanto que o fornecimento de macarrão, arroz, feijão, leite, hortifrúti, proteína (ovo), bolachas e pão, entre outros, permaneceu normalizado em todas as unidades de ensino”, trouxe o trecho da nota, apesar de que o feijão também foi um produto que faltou e foi feita a compra direta de feijão preto.

Depois dos atrasos, as licitações para a compra de carne vermelha, carne suína e frango foram concluídas e as proteínas voltaram a fazer parte do cardápio. O lote de feijão foi entregue na sexta-feira, dia 26, nas escolas. Leite em pó também passou a ser distribuído normalmente.

A Secretaria de Comunicação ressaltou que “ o cardápio é definido por uma equipe de nutricionistas, que assegura melhor distribuição dos nutrientes dos alimentos. Não faltam alimentos ricos em carboidratos, vitaminas, sais minerais e fibras, proteínas, açúcares, doces em geral e gorduras”.

Post anterior

GAZETA GUAÇUANA, 27 de abril de 2019

Próximo post

Projeto PAS! recebe doação da Instituição do Dízimo