Home»Destaque na Home»Prefeito de Mogi Mirim anuncia hospital municipal

Prefeito de Mogi Mirim anuncia hospital municipal

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Da Redação

Mogi Mirim vai ter um hospital público municipal. A afirmação foi feita pelo prefeito Carlos Nelson Bueno na tarde de segunda-feira (25). A área, pertencente ao município, fica localizada no Bairro Saúde e tem mais de 37.512 metros quadrados. Já há um estudo da área para início do projeto e estão sendo feitos os cálculos do custo para a viabilização da primeira etapa da obra com previsão de conclusão no ano que vem. “Usaremos recursos próprios da Prefeitura para a construção dessa primeira etapa. Isso só foi possível porque conseguimos equilibrar as contas com muito rigor no uso do dinheiro público”, afirmou o prefeito.

A área fica localizada próxima à SP-340 e à rodoviária, além de fácil acesso à população. “Precisamos solucionar de vez a questão da dependência da saúde em Mogi Mirim e o hospital municipal terá essa finalidade”, disse Carlos Nelson.

Após a Santa Casa negar a proposta feita pela Prefeitura para arrendar os serviços do hospital pelo valor de R$ 700 mil mensais, sendo R$ 200 mil para pagar os valores em atraso aos funcionários e R$ 500 mil para amortizar empréstimos, a Prefeitura encerrou as negociações. Na contraproposta enviada pela Santa Casa, o valor solicitado pela cessão de parte do prédio e utilização de equipamentos era de R$ 1,5 milhão, sem qualquer serviço prestado, valor este acima das condições financeiras do município. “A Prefeitura não tem autorização legal para usar esses recursos em pagamento de dívida de terceiros. Nessa hipótese, correríamos o risco de quebrar as duas entidades em detrimento da população”, diz trecho da nota enviada à Irmandade da Santa Casa de Misericórdia.

A Prefeitura informa ainda que não tem mais a intenção de assumir a Santa Casa, seja por acordo, seja por pedido próprio de intervenção.

 cnb hospital municipal, Jd aeroporto

Atendimento à população

A Administração Municipal irá investir toda disponibilidade de recursos, a fim de garantir o atendimento à população. Manterá o relacionamento com a Santa Casa naquilo que o hospital tiver condições físicas, jurídicas e estruturais de assumir, pagando rigorosamente os serviços prestados, não mais os conveniados. Irá reformular critérios de pagamentos e manterá o rigor de fiscalização solicitado pelo Ministério Público.

Para os casos em que a população estiver desassistida, a Prefeitura já está em tratativas com Santas Casas, hospitais públicos e particulares de Mogi Mirim e de outras cidades, além de contato com a DRS 14 (Diretoria Regional de Saúde) de São João da Boa Vista para garantir os atendimentos. Além disso, a construção do hospital municipal deverá reduzir a dependência da Prefeitura em serviços na área da saúde. (Informações e fotos da Secretaria de Relações Institucionais).

Post anterior

Merenda: Prefeitura compra 90,48 toneladas de frango

Próximo post

Giovani Lanzi: Emef é interditada para reforma