Home»Destaque na Home»PM e GCM garantem que vão intensificar patrulhamento

PM e GCM garantem que vão intensificar patrulhamento

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Por Alair Junior

O comandante da 1ª Companhia da PM de Mogi Guaçu, tenente Tuckumantel, disse que a Polícia Militar tem conhecimento desses casos de furto no Centro e que tenta, dentro do possível, intensificar o patrulhamento na região denunciada. “Sabemos do grande fluxo de pessoas e dinheiro na área central, o que chama a atenção dos criminosos. A partir daí, a PM dispõe de um policiamento mais intensificado e com prioridade nas áreas de interesse, ou seja, aquelas que são apontadas pelos indicadores criminais, o que inclui o centro da cidade”, explicou o comandante detalhando como é feito o patrulhamento.

Tenente Tchumantel
Tenente Tchumantel

Tuckumantel também ressaltou que, no caso específico do furto nas lojas do terminal, o autor do delito que foi identificado, localizado e detido pela Guarda Civil Municipal é um homem conhecido dos meios policiais devido ao seu constante envolvimento com o crime. “Ele já foi preso diversas vezes pela Polícia Militar por crimes de furto. Esperamos que ele seja condenado e fique preso para que não cometa mais esses crimes, que está acostumado”, observou Tuckumantel.

GCM

O comandante da Guarda Civil Municipal, Claudemir Adorno da Costa, disse que a Secretaria de Segurança Pública de Mogi Guaçu tem conhecimento desse problema e que, desde o Natal do ano passado, destacou uma equipe exclusiva para patrulhar o centro da cidade, no entanto, Adorno reconhece que o furto é um delito difícil de combater.

“É o crime mais difícil de ser prevenido. O infrator, muitas vezes, é detido pela GCM, mas não porta nada de ilícito, como uma arma ou drogas. Não se pode acusar uma pessoa por um crime que ela ‘pretende’ cometer. Assim, o suspeito espera a viatura se afastar para cometer o furto e o pratica de madrugada ou em momentos em que não há testemunhas visualizando, como na hora de uma chuva intensa, por exemplo”, explicou Adorno.

Adorno
Adorno

O comandante observou que câmeras de segurança têm um papel importante no combate ao crime, isso porque possibilita a identificação visual dos autores. Exatamente como no caso do furto no terminal, onde o invasor foi reconhecido, identificado e localizado pelos guardas. “As câmeras são boas, mas melhor ainda é instalar um sistema de alarme sonoro. Hoje o que inibe furtos são os alarmes sonoros. Sabemos de casos de tentativa de invasão em que o som do alarme afugentou o marginal, logo as sirenes são tão ou mais eficazes que as câmeras”, enfatizou.

Adorno explica outra forma de segurança é o sistema de discadora em que o alarme faz uma ligação diretamente para a Central de Comunicação da GCM, ao invés do celular do dono. “Até a vítima nos avisar, pode passar muito tempo. Mas se o alarme estiver conectado com a nossa central, temos condição de enviar uma viatura para verificar. A agilidade é fundamental para a prisão em flagrante”, finalizou. 

 

Post anterior

Tome Nota da edição do dia 13

Próximo post

Cinema 2018: Eles já sabem o que assistir nas telonas