Home»Destaque na Home»Para vingar-se da mãe, adolescente queima a casa

Para vingar-se da mãe, adolescente queima a casa

Após a ocorrência, a mãe e o adolescente não foram localizados

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Moradores do Residencial Pantanal II estão apreensivos com as sucessivas ocorrências envolvendo um morador do condomínio. Na tarde desta quinta-feira (24), um adolescente de 16 anos ateou fogo na moradia. Populares acreditam que seja uma retaliação à própria mãe do garoto, que na noite anterior deixou guardas civis municipais revistarem a casa. No ocasião, armamento e dois pés de maconha cultivados pelo adolescente foram encontrados.

O fogo foi percebido pelo zelador que tentou apagar o fogo e acionou o Corpo de Bombeiros. O sargento Almir levou consigo oito homens que terminaram o serviço. O fogo consumiu a cama e o guarda-roupa de um dos quartos. No momento do incêndio não havia ninguém no imóvel.

Os bombeiros perceberam que a porta foi arrombada. Analisando a residência, com telhado de alumínio, o sargento, juntamente com os demais bombeiros, concluiu que a estrutura da casa não foi abalada, uma vez que o material não propaga a combustão.  Os policiais militares Andreia e Tavares isolaram o local e até o fim da ocorrência nem mãe nem filho haviam sido localizados.

Incêndio Casa Pantanal Moradores disseram que viram o adolescente entrando na casa. Os bombeiros descobriram que a mãe havia solicitado ao síndico que não permitisse mais a entrada do rapaz no condomínio devido às ameaças. Segundo curiosos, o rapaz pode ter entrado no condomínio pulando o muro do residencial.

Segundo moradores, no último domingo (20), o rapaz estava armado com faca e teria tentado atingir a namorada. Todos estavam assustados com o comportamento dele. O residencial de casas populares foi inaugurado em maio, deste ano. As famílias foram selecionadas através de cadastro habitacional da Secretaria Municipal de Promoção Social.

Motivação

Na noite desta quarta-feira (23) os guardas civis Pereira e Diniz foram averiguar uma denúncia de roubo de bicicleta. A residência dentro do Condomínio Pantanal II foi indicada como sendo a do ladrão. Antes disso, um grupo de jovens do Jardim Santa Terezinha tentou entrar no condomínio atrás do adolescente.

A dona da casa e mãe do adolescente infrator disse que o rapaz não estava, mas mostrou os dois pés de maconha plantados no quintal pelo filho de 16 anos. Com autorização da mãe, os guardas civis revistaram o quarto do garoto e no guarda-roupa localizaram uma porção de maconha (12 gramas).

Na laje da casa foram encontradas munições de revólver calibre 32 e 38, assim como os coldres (estojos) de cada arma. Foram 11 munições de cada referente a cada calibre, entre intactas e deflagradas. Os guardas civis acionaram a perícia técnica da Polícia Científica para que fossem até ao local. Depois, o pé de maconha foi arrancado e junto com as munições foram apreendidos e entregues à Central de Polícia Judiciária.

Incêndio Casa Pantanal

Post anterior

Estado atrasa repasse e criança fica sem medicamento

Próximo post

Bachiana Filarmônica do Sesi vem à cidade