Home»Polícia»‘Palhaço’ não reage na UTI e família pede oração

‘Palhaço’ não reage na UTI e família pede oração

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Familiares do animador de rua, Adriano Ribeiro da Silva, estão aguardando uma nova avaliação do estado de saúde dele.  O ‘Palhaço’ não tem tido reação cerebral ao tratamento. Uma equipe da Unicamp fará nos próximos dias uma avaliação junto com a equipe médica da Santa Casa .

A irmã Rosa Maria da Silva disse que a sedação foi tirada para ver se ele acorda, mas que o quadro evoluiu para morte cerebral. Os médicos disseram que se ele permanecesse na UTI por 30 dias, mas tendo reação, poderiam partir para uma cirurgia e reverter o quadro, o que não está ocorrendo.

Rosa Maria disse que o animador de rua deu entrada na Santa Casa, na tarde de terça-feira (8), com trauma de crânio, hemorragia cerebral e aneurisma.

A lesão na cabeça foi provocada após ele se envolver em uma briga de trânsito. Ele foi agredido enquanto animava os transeuntes e motoristas que trafegavam pelo cruzamento da Rua 13 de Maio, próximo a agência do Santander.

O autor da agressão é o motorista João Clodoaldo Guidini.  Em depoimento aos guardas civis, no dia da agressão, Guidini contou que ao passar pelo animador de rua, este bateu com o taco de boliche de plástico na porta de seu veículo Toyota/Etios, cor preta.

A família de Rosa Maria esclarece que os filhos de Adriano, de 8, 13 e 15 anos estão abalados, mas não precisam de nada material no momento. “Tem gente agindo de má fé fazendo campanha de leite, remédio e abrindo conta bancária. Tenho debatido nas redes sociais para esclarecer a única coisa que pedimos é que orem, rezem pela saúde dele que piorou de ontem para hoje”.

Ela também esclarece que o irmão não é bandido, como foi postado em redes sociais. “Ele foi preso uma vez porque ficou desempregado e não pagou a pensão alimentícia, só isso”.

Adriano e a família são de Itapira. Há quatro meses ele mudou para Mogi Guaçu para trabalhar mais perto do circo em que ele atua e que está na região e no Terminal vendendo água e salgadinhos. Nas horas vagas era palhaço malabarista no trânsito.

A agressão

Guidini disse que então estacionou o veículo, que ficou com um risco, e foi até o malabarista chamar sua atenção. E, que o mesmo foi em sua direção com o taco e teria tentado agredi-lo, momento em que o animador teria derrubado o taco no chão. Enquanto o malabarista, que estava vestido de palhaço, abaixa para pegar o instrumento, deu-lhe um chute no queixo. Com o golpe, Adriano caiu para trás batendo a nuca na guia permanecendo estático.

A ocorrência foi registrada na delegacia como Lesão Corporal e o autor da agressão foi liberado.

Post anterior

Dupla tenta aplicar golpe em comércio

Próximo post

Câmara rejeita veto e relação de médicos plantonistas será obrigatória