Home»Polícia»Operário morre após 16 dias na UTI em Mogi Mirim

Operário morre após 16 dias na UTI em Mogi Mirim

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O operário Izidoro Batista da Silva, 57 anos, não resistiu aos ferimentos de uma queda de 10 metros de altura e faleceu na quarta-feira (26). Ele permaneceu 16 dias internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Santa Casa de Mogi Mirim.

Ele caiu enquanto trabalhava limpando um armazém, na Avenida Pedro Botesi, em Mogi. O local foi comprado pela rede Havan.

Na hora do acidente, o operário estava no telhado do armazém onde tinha retirado uma chapa. Um dos colegas de trabalho, João Carlos da Silva disse na ocasião que o amigo se preparava para descer quando pode ter pisado em alguma telha que quebrou, resultando na queda. João Carlos disse que Izidoro trabalhava sozinho nessa parte do armazém, enquanto ele e outro colega retiravam ferramentas do outro lado.

Izidoro caiu dentro de um poço de elevador, de uns dois metros de profundidade. Ele foi socorrido pelos Bombeiros e tinha lesões e fraturas na cabeça e no tórax. Izidoro Silva era funcionário da Femecap Armazéns Gerais, com sede em Campinas.

Post anterior

Após um mês, acusado é detido por assalto

Próximo post

50 dias após inaugurar, Center Cine suspende as sessões