Home»Cidade»Oncologia: Recurso aumenta e atendimento é ampliado

Oncologia: Recurso aumenta e atendimento é ampliado

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A manutenção do atendimento do setor de oncologia do HM (Hospital Municipal) “Dr. Tabajara Ramos” está garantida com o aumento do valor dos repasses de custeio pelo Governo Federal. A ampliação permitirá ainda o atendimento de novos pacientes. A escassez de recursos para o setor foi uma preocupação externada pela secretária municipal de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, durante a prestação de contas da Pasta, realizada no final do mês de junho.

Na ocasião, ela fez um apelo de ajuda política aos vereadores, pedindo até mesmo que a solicitação chegasse a políticos da região visto que o setor atende a pacientes de Mogi Guaçu, Mogi Mirim Itapira e Estiva Gerbi. R$ 16 milhões foi o valor investido no setor de 2009 a 2017, conforme levantamento enviado ao Ministério da Saúde. O reflexo da falta de recursos atingia também o serviço de radioterapia que é oferecido em São João da Boa Vista. Aqui, o HM oferece a quimioterapia.

verba hospital municipal

Visando tratar desta questão, o prefeito Walter Caveanha (PTB), esteve em Brasília no final do mês passado, ao lado de outros prefeitos, onde participou de audiência no Ministério da Saúde, com o ministro Gilberto Occhi, e recebeu a notícia da ampliação do repasse para a oncologia. Também participaram da audiência os prefeitos de Itapira, José Natalino Paganini, e de Estiva Gerbi, Claudia Botelho.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura guaçuana, participaram ainda 15 prefeitos da região de São João da Boa Vista, que também receberá repasse maior. Os valores serão fixados em portaria a ser publicada no Diário Oficial da União. A Secretaria de Saúde está fazendo um levantamento do histórico de demandas de cada município atendido a fim de definir cotas financeiras e iniciar o agendamento.

O setor de oncologia do HM recebe de 20 a 22 casos novos por mês e trata pacientes com câncer ginecológico, de mama, urológico, gastro alto e baixo (exceto pâncreas e fígado, que implicam cirurgias complexas, transplantes e são atendidos em outras cidades). A equipe é formada por 27 colaboradores, incluindo plantonistas, e atualmente possui 10 pacientes em radioterapia, 135 pacientes em quimioterapia e 246 pacientes em hormonioterapia. Os dados são referentes ao mês de julho.

 

Post anterior

Dia dos Pais: Lojistas apostam na data para aquecer vendas

Próximo post

Mogi Guaçu encerra Jogos Regionais na nona colocação