Home»Cidade»No rio: Sacos de lixos e objetos são retirados em ação de limpeza

No rio: Sacos de lixos e objetos são retirados em ação de limpeza

0
Shares
Pinterest WhatsApp

No último domingo (8), ONGS (Organizações Não Governamentais) que cuidam do Rio Mogi Guaçu nas cidades de Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Conchal, Ouro Fino e Araraquara realizaram uma mega operação de limpeza em diversos trechos do rio.

O ato foi uma iniciativa das ONGS “Sentinelas do Rio Mogi Guaçu”, de Mogi Guaçu e “Remada do Bem”, de Mogi Mirim.

A ação de limpeza aconteceu de forma simultânea nas cinco cidades participantes. No total foram retirados 150 sacos de lixo do rio, além de diversos tipos de resíduos como colchões, cadeiras, pneus, roupas e materiais eletrônicos.

Em Mogi Guaçu, a limpeza foi realizada desde a PCH (Pequena Central Hidrelétrica) que fica na Cachoeira de Cima até o Parque dos Ingás, no Centro, seguindo pelas margens até a Cachoeira de Baixo.

De acordo com o presidente do “Sentinelas” Jean Carlo Canato, apenas em Mogi Guaçu foram retirados 60 sacos de lixo do rio, sendo que a ação também contou com um coletor que separou todos os materiais recicláveis. “Retiramos muitas garrafas pets do rio”.

Canato ainda informou que o restante do material foi colocado em uma caçamba que não chegou a comportar todo o lixo que tinha. “Foi uma ação muito boa com a participação da população e das equipes de todas as cidades”.

Para Canato, a ação de limpeza poderia ter sido maior se cada um fizesse sua parte. “Nós sozinhos não conseguimos limpar o Rio Mogi Guaçu que tem 470 quilômetros, mas se todos participarem podemos chegar mais longe”.

Agora, o presidente do “Sentinelas” disse que espera que no ano que vem a ação de limpeza seja estendida para mais cidades.

Já o presidente do “Remada do Bem”, de Mogi Mirim Ronaldo Santiago enfatizou que cuidar do meio ambiente é um dever do ser humano. “É um favor que fazemos a nós mesmos, muito se vê em redes sociais pessoas falando, mas o que precisamos de fato são de ações reais, já que o meio ambiente precisa de seu tempo, comprometimento e atenção”.

Santiago ressaltou que pequenas ações como descartar o lixo da maneira correta já ajudam muito. “A mega limpeza no Rio Mogi Guaçu visa cuidar do rio e inspirar outras pessoas para quem sabe fazerem o mesmo”.

 

Previous post

Eucaliptos bate Villa Real, nos pênaltis, e fica com o título da 3ª Divisão

Next post

Chuva alaga casas no Santa Terezinha