Home»Cidade»Nico Lanzi: Prefeito exalta projeto de mobilidade urbana

Nico Lanzi: Prefeito exalta projeto de mobilidade urbana

Esforço da equipe é destacado em discurso de Caveanha, que fez até placa especial com nome do secretariado

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Os R$ 127 milhões em dívidas e os R$ 45 milhões em déficit orçamentário ao assumir a Prefeitura foram lembrados pelo prefeito Walter Caveanha (PTB) durante a inauguração da Avenida Nico Lanzi, no início da noite de ontem (8).  Isto porque, ele creditou à equipe a possibilidade da reconstrução da via diante dos esforços conjuntos para equacionar o problema financeiro, o que possibilitou o sinal verde para o crédito junto à Caixa Econômica Federal, financiadora da obra. Foram investidos na Nico Lanzi R$ 3,5 milhões, sendo R$ 500 mil recursos próprios da Prefeitura.

“Ninguém faz nada sem trabalhar porque conseguir estes recursos não foi fácil, mas conseguimos. E estre trabalho é um trabalho que pouca gente consegue enxergar porque não aparece de público. Tem que trabalhar no bastidor todos os dias, viajar, fazer gestão política. É um trabalho de equipe e não isolado. É muita gente envolvida”, disse ao discursar. E, claro, lembrou-se das dificuldades enfrentadas no decorrer da obra, sempre a principal delas as infiltrações de água no solo.

O ato teve a presença do diretor da Cerâmica Lanzi, Luiz Antonio Lanzi, neto do prefeito Nico Lanzi, que se emocionou ao lembrar do avô e do trabalho que fez pelo município. “É uma lenda em Mogi Guaçu, sem dúvida nenhuma”, comentou Caveanha. Também compareceram representantes da Construtora Simoso, responsável pela obra; da Caixa Econômica Federal, secretários, vereadores e o vice-prefeito Daniel Rossi.

O prefeito frisou que, em sua opinião, a Nico Lanzi não é apenas uma Avenida, mas uma Rodovia. A iluminação de parte da via com lâmpadas de led foi lembrada pelo secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli, assim como o porquê de ter aguardado pela reconstrução da via e não limitar ao recape. “Só com o recape, em dois meses, estaria toda com buracos, novamente”, atentou.

O projeto de mobilidade urbana foi enfatizado por Caveanha ao lembrar que segunda-feira (11) será aberta licitação para duplicação das Avenidas Brasil e Alíbio Caveanha, além do recape da Trabalhadores. “Hoje, seguem para análise técnica da Caixa os projetos das duas obras mais importantes para Mogi Guaçu: as pontes na Avenida Brasil e Trabalhadores. E, o Daniel (vice-prefeito) recebeu comunicado que os viadutos estão em fase de concorrência definitiva”, concluiu.

Previous post

“Boca Retrô”, de carona nos 250 Anos de Mogi

Next post

Artigo: Defender quem? Defender o quê?