Home»Caderno Multi»Natal é a fase em que tudo se renova

Natal é a fase em que tudo se renova

0
Shares
Pinterest WhatsApp

“O espiritismo é uma doutrina baseada na filosofia, na ciência e na religião”, explica a fundadora e diretora geral da Associação Espírita Irmã Tereza, Alice Cirilo, 68. Mas e aí, os espíritas comemoram o Natal? Sim! Mas só o fazem depois de garantir o Natal dos mais necessitados. Afinal, se a data emana luz e os melhores sentimentos, a solidariedade sempre se faz presente. E, claro, não apenas nesta data.

Quando a Gazeta entrevistou Alice, ela estava finalizando as ações da Associação Assistencial Jesus Chama-te – outra instituição na qual atua –  e iniciaria os preparativos para montar as cestas de Natal dos necessitados e só depois pensar na comemoração entre a família e os amigos. Em resumo, para os espíritas, o olhar cristão se volta primeiro aos necessitados.

“O Natal é uma época muito angelical e de alta sensibilidade nos corações dos cristãos, principalmente de quem comemora o Natal. Há muitos que não comemoram porque dizem não saber certamente a data do nascimento de Jesus. Mas a gente tem uma data”, comenta Alice. Ela atenta que o Natal para a doutrina espírita é uma época de renovação e também de perdão, reconciliação e paz. Isto porque, Jesus vem novamente no meio de nós e Ele move todos os seres. “E essas luzes que nós enfeitamos nossas casas, no meio delas, camuflam as luzes da santidade. Então, se torna um tempo de alegria e de amor”, exemplifica Alice.

Os espiritas seguem algum ritual no Natal? Segundo Alice, não há ritual porque se trata de doutrina cristã. “Reunimos a família e amigos mais afins para passar momentos alegres juntos. Tem que ser um Natal de união, onde tudo dosa – o que come e o que bebe – para não estragar a festa”, acentua.

Alice revela que, enquanto prepara a comemoração para a família, pensa no aniversariante, que é Jesus Cristo. “Pedindo para Ele chegar antes da festa e para não ir embora, mas é preciso que haja clima para ele continuar”, atenta, reforçando que o perdão, o abraço e a reconciliação não podem acontecer apenas neste momento. As imagens sacras podem estar presentes, assim como presépio, sendo vistas como obras de arte e enfeite.

 

Previous post

Artigo: Mensagem de Natal

Next post

CULTURA, 21 de dezembro de 2019