Home»Polícia»Mural: idosos são roubados; motorista agredido e golpe

Mural: idosos são roubados; motorista agredido e golpe

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Por Alair Junior

Roubo

O técnico em contabilidade Paulo Sérgio Galego, de 59 anos, morador do Jardim Santa Marta, foi agredido e roubado por dois homens na manhã de quinta-feira (25). O crime aconteceu na Travessa Adelino Bonilha, no Jardim Bela Vista, por volta das 10h30. Paulo contou que foi surpreendido pelos bandidos quando chegou ao local onde havia deixado seu carro estacionado. Depois de roubar o celular e a carteira da vítima, os ladrões exigiram as chaves do veículo, no entanto, não conseguiram ligar o automóvel em virtude de uma chave geral instalada pelo proprietário. Os ladrões, então, agrediram Paulo e fugiram a pé, levando além do celular e da carteira (contendo dinheiro e documentos), a placa dianteira do automóvel.

 

Idosos

Um casal de idosos foi assaltado no Jardim Bela Vista, na noite de quinta-feira (25). As vítimas chegavam em casa, na Rua Florianópolis, por volta das 19h00, quando foram surpreendidas por um bandido que empunhava um revólver. Depois de roubar R$ 25 e a carteira de motorista das vítimas, o ladrão fugiu em uma bicicleta.

 

De bicicleta

Um estudante de 21 anos, que não quer ser identificado, transitava de bicicleta pela Estrada da Cachoeira, no Jardim Santa Madalena, quando foi assaltado por um homem que também estava de bicicleta. A vítima foi abordada com violência e obrigada a entregar uma pochete contendo R$ 70, um celular, o RG e um cartão de banco. Em todos os casos, a PM e GCM foram avisadas, no entanto, nenhum suspeito foi encontrado.

 

Golpe

Um técnico em informática, que prefere não ser identificado, procurou a Polícia Civil para informar que foi vítima de um golpe, pela internet. Ele foi contatado por uma empresa financeira que lhe ofereceu a possibilidade de conseguir um empréstimo com uma condição de pagamento mensal. Interessado, ele decidiu aceitar a oferta e foi convencido pelo contato da empresa a realizar dois depósitos de R$ 910 e R$ 850 referentes ao valor da primeira parcela. O primeiro depósito foi efetuado em uma conta da agência Caixa Econômica Federal de São Paulo, e o segundo em uma conta corrente e agências diferentes, mas também da CEF de São Paulo. A vítima só desconfiou do golpe no dia seguinte, quando a empresa entrou em contato pedindo mais dinheiro. Cópias dos depósitos realizados foram anexadas ao Boletim de Ocorrência registrado na Central de Polícia Judiciária. A Polícia Civil investigará os favorecidos das referidas contas.

Post anterior

Moradores reclamam de retorno de esgoto

Próximo post

Cerâmica Clube busca liderança do grupo