Home»Polícia»Motorista foge e deixa vítima no chão

Motorista foge e deixa vítima no chão

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Repentinamente um barulho estranho vindo do lado de fora da residência e ao sair um gráfico se depara com um homem caído ao chão. Ao ver um veículo em fuga em alta velocidade ele constata que a pessoa caída havia sido atropelada. A testemunha conseguiu anotar parcialmente a placa do veículo e repassou para os policiais militares que atenderam a ocorrência. O acidente ocorreu às 18h do sábado (29), na Vila Paraíso.

A testemunha lembra que viu um veículo tipo ‘perua’, cor verde, deixando o local e teve a sensação que o motorista ainda olhou para trás. A vítima é Laércio M. das Chagas, 39 anos. Ele estava pedalando uma bicicleta e foi atropelado.

O atendimento de emergência foi feito pelos bombeiros da Unidade de Resgate, mas a vítima não tinha condições de declarar sua versão do que ocorreu. Ele tinha lesões pelo corpo e no rosto.

 

Mais dois

Era por volta das 19h15 de domingo (30) quando o casal Ricardo Barbosa e Graziela Miranda trafegava pela Avenida Oscar Chiarelli, no Centro, quando foram atropelados por um veículo Prisma. O casal seguia sentido Centro de moto. Segundo eles, o condutor do outro veículo efetuou uma manobra brusca em cima deles. Ao perder o controle e caírem percebeu que o outro motorista não parou para ajudar.

Mesmo ferido, o líder de produção conseguiu anotar a placa e repassou os dados aos policiais que conseguiram identificar o proprietário do veículo e os dados foram passados para a Polícia Civil. O casal foi socorrido para a Santa Casa.

Outro acidente no sábado (29) envolvendo omissão de socorro foi registrado pela Polícia Militar. O motorista Ezio Nascimento conduzia a motocicleta Titan, quando ao fazer a conversão em um cruzamento do Jardim Suécia foi atingido por um veículo que estaria em alta velocidade e não respeitou sua preferencial. A vítima foi conduzida à Santa Casa pelos bombeiros. O outro condutor envolvido no acidente foi localizado algumas ruas depois. O eletricista João Marcos de Azevedo Lopes conduzia o Palio e contou que o motociclista vinha em alta velocidade e que não conseguiu frear. Ele disse que deixou o local por receio, uma vez que não é habilitado e o licenciamento estar vencido. Mas durante a tentativa de deixar o local acabou colidindo contra o portão de uma residência. Peritos da Polícia Científica foram acionados no local e devem emitir um laudo das causas do acidente.

O condutor do Palio se negou a fazer o teste do etilômetro (bafômetro). Os policiais suspeitaram da embriaguez devido os olhos vermelhos, odor etílico e fala alterada. Na delegacia ele concordou em realizar o teste sanguíneo de dosagem alcoólica. O veículo foi apreendido e após prestar esclarecimentos foi liberado.

Post anterior

3ª Divisão: 1ª rodada da Seletiva tem 19 gols

Próximo post

Aposentado completa um mês sem atendimento