Home»Destaque na Home»Moradores da Roseira são alvo de assaltantes

Moradores da Roseira são alvo de assaltantes

Homens armados têm abordado as vítimas dentro e fora das residências; assunto foi discutido durante reunião do Conseg

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Medo e insegurança ocupam o lugar da tranquilidade que costumava predominar no bairro rural da Roseira. Isso porque, os moradores das chácaras e sítios da região estão sendo alvo frequentes de assaltantes. O proprietário de um sítio, que preferiu não se identificar, contou na reunião do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) de quinta-feira (28) que os roubos na Roseira acontecem quase todas as semanas, o que tem gerado um sentimento de inquietação na população local.  “O pessoal que trabalha e sai do serviço fica com muito medo na hora de voltar para casa porque eles (criminosos) se escondem atrás de uma árvore, no meio de um mato e a gente nunca sabe quando vai ser surpreendido”.

O proprietário contou que os ladrões são homens que agem encapuzados e armados. “Eles roubam tratores, caminhonetes, dinheiro e objetos. Pegam as vítimas tanto dentro quanto fora das residências e são violentos”. Ele ainda relatou já ter sido vítima de furto cinco vezes. “Do meu sítio já levaram bomba d’água, 500 metros de fio e outras ferramentas. Acabou o nosso sossego. Eu tenho caminhonete e todos os dias minha esposa fica com medo de a qualquer momento eu ser a próxima vítima de um roubo”. O sitiante também enfatizou que muitas pessoas diferentes têm rondado o bairro e solicitou ao comandante da Guarda Civil Municipal, Adorno da Costa, um patrulhamento maior no período entre 17h00 e 18h00, que é o horário em que a maioria dos moradores volta para casa.

De imediato, Adorno respondeu ao proprietário que a solicitação feita é justa, tanto que desde a quarta-feira (27) a GCM já tem dado uma atenção especial a Roseira. “Realizamos uma operação bloqueio na estrada municipal Vicente Ortiz de Camargo, onde veículos foram abordados e averiguados”. O comandante também disse que na tarde de quinta-feira e na sexta-feira (29), a GCM também esteve na Roseira fazendo bloqueio. “Temos a viatura ambiental que é deslocada para os locais com maior índice de roubo. É uma viatura ideal para andar em estradas de terra, mas como temos apenas uma vamos intensificar os patrulhamentos na Roseira com o apoio de viaturas setoriais”.

zona rural roseira guarda municipalO proprietário do sítio ainda apresentou às autoridades de segurança a possibilidade de se instalar câmeras nas residências do bairro que monitorem as ruas em tempo real, principalmente próximo ao Bar da Curva, local de maior movimento. Com isso, ele questionou se seria possível fazer uma parceria com a GCM e a Polícia Militar para eles terem acesso às imagens, sendo que recebeu tanto do comandante da Guarda quanto do capitão da 1ª companhia da PM, Eduardo Jorge Marques, uma resposta positiva quanto às ações que podem ser feitas. “Podemos fazer como é feito no Vizinhança Solidária”, afirmou o capitão da PM. Para finalizar, o sitiante disse que pretende reunir um grupo de moradores da Roseira para participar da próxima reunião do Conseg, que acontecerá no dia 25 de abril.

 

Ocorrências

Só nesta semana, dois roubos aconteceram na Roseira, sendo que uma das vítimas não registrou o Boletim de Ocorrência. Já o caso que foi registrado na Polícia Civil aconteceu no final da tarde de segunda-feira (25). De acordo com o BO, dois homens armados assaltaram uma chácara e amarraram a vítima. Os ladrões fugiram levando uma caminhonete Mitsubishi L200, três televisões e um celular.   

Post anterior

Resultados em Caconde mantém Corug na liderança

Próximo post

Pagode da Ofensa se apresenta neste sábado, no Tupec