Home»Destaque na Home»Morador do Jacira é esfaqueado por vizinho

Morador do Jacira é esfaqueado por vizinho

Após o ocorrido, o acusado de aproximadamente 30 anos fugiu do local em sua motocicleta; a vítima passou por cirurgia

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

 “Não tem explicação, é ruindade, maldade pura fazer isso com meu marido”, desabafou a dona de casa Eliana Aparecida Dias Dorta ao relembrar a cena do marido sendo esfaqueado pelo vizinho. A tentativa de homicídio ocorreu por volta das 16h desta sexta-feira (6), no Jardim Jacira. A dona de casa contou que o vizinho ficou nervoso quando ela pendurou um tapete no muro. Irritado, o vizinho Richard da Silva, de aproximadamente 30 anos,  chutou o portão da casa dela, invadiu o quintal e com faca na mão ameaçou o casal.

Na tentativa de desarmá-lo, o marido Luiz Donizete Dorta, 48 anos, pegou uma enxada. Os dois acabaram entrando em luta corporal e Dorta foi esfaqueado na calçada. A unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros o socorreu até a Santa Casa onde ele passou por cirurgia. O autor dos dois golpes de faca na vítima fugiu em sua motocicleta.

A dona de casa disse que apenas uma ponta do tapete que estava para secar estava do lado da casa do vizinho. Ela contou que chegou a conversar com ele, na tentativa de que ele deixasse o tapete no muro. Inclusive, a mãe do homem tentou amenizar os ânimos.

Esposa da vítima conta o ocorrido
Esposa da vítima conta o ocorrido

“Ele se enfureceu e deu um chute no portão e entrou pra dentro gritando. Meu marido tinha acabado de acordar e se preparava para ir trabalhar. Ele foi ligar para a polícia e deve ter se assustado com meus gritos e veio no quintal ver o que estava acontecendo. Quando ele viu o vizinho com a faca pegou a enxada para me defender”, contou assustada a esposa da vítima.

Ela disse que os dois começaram a lutar no quintal e quando o filho de três anos saiu da casa para ver o que acontecia, ela e a mãe do rapaz tentavam separá-los e os puxou em direção à rua.

Ambas caíram e nesse momento viu o vizinho golpear o abdômen do marido por duas vezes. Os policiais militares Carlos e Wagner acionaram a perícia da Polícia-Técnico Científica que analisou o local.

O casal reside no local há cerca de 10 anos e, segundo apurado no local, o suspeito é agressivo com a mãe e sempre ‘encrenca’ com os vizinhos.

Post anterior

PSB de Mogi Guaçu não comenta filiação de Barros Munhoz

Próximo post

Após Páscoa, rodada do amador volta amanhã