Home»Destaque na Home»Monte Líbano: Onda de furtos tira sossego de moradores

Monte Líbano: Onda de furtos tira sossego de moradores

Casas em construção têm sido furtadas, assim como as já habitadas; área verde é apontada como problema

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Até mesmo quem planeja morar no Jardim Monte Líbano, na região dos Ypês, está sendo prejudicado com a onda de furto que afeta o bairro. Isto porque, as construções são alvos frequentes de furtos. Nada é poupado, de carrinho de mão a materiais de construção. Quem já mora por lá relata o medo de sair e depois encontrar a casa arrombada. Os furtos ocorrem também durante o dia. Para os moradores, a área verde que margeia o bairro, onde também há uma pequena mata, serve de esconderijo aos ladrões.

Como o bairro é novo, há muitas construções em andamento. Uma delas é a do casal Ana Paula Maria Ribeiro e Ernani Ribeiro. “Já levaram ferramentas, enxada e carrinho de mão. A gente não tem sossego porque o que deixa na obra é roubado”, comenta Ernani. O casal acumula prejuízo de R$ 2 mil. Na semana passada, segundo Ana Paula, em todos os dias houve um roubo, incluindo casas habitadas e em construção. “Sabemos por que criamos um grupo no WhatsApp e vamos nos comunicando”, revela.

Os moradores combinaram também de registrar B.O. (Boletim de Ocorrência) de todos os furtos, inclusive aqueles quando são levados itens de pouco valor. Para eles, a medida visa chamar a atenção das autoridades para a situação que têm enfrentado. Agora, o grupo de moradores deve recorrer também ao Conseg (Conselho Municipal de Segurança), ou seja, levar o problema à próxima reunião do órgão.

reclamacao bairro monte libanoTambém morador do bairro, Laércio de Souza Melo comenta que os hidrômetros também têm sido alvos dos ladrões. “Da minha casa levaram toda a fiação e as torneiras”, conta Fernanda Capitoni sobre o ocorrido pouco antes de se mudar para o bairro. Como os furtos acontecem em horários variados a sensação de insegurança ainda é maior entre os moradores. Maria Inês Silva teve a casa roubada. Dois ladrões entraram armados, mas ao depararem-se com a família dentro de casa, os bandidos assustaram e saíram correndo. “A gente fica com muito medo de que aconteça de novo”, relata.

Os moradores são unânimes em afirmar que a área verde que margeia de bairro serve de esconderijo aos ladrões. Por isso, gostariam que a Prefeitura fizesse a roçagem, retirada do entulho e cercasse a área com alambrado. Estas medidas, na análise dos moradores, já conseguiriam reduzir – e muito – os problemas do bairro. Afinal, a área como tantas outras do município ainda servem ao despejo de entulho e todo o tipo de resíduo.

 

ORIENTAÇÕES

A secretária de Segurança, Judite de Oliveira, colocou-se à disposição dos moradores do Monte Líbano para uma reunião, juntamente com o comandante da GCM (Guarda Civil Municipal), Claudemir Adorno da Costa, e do secretário da SSM (Secretaria de Serviços Municipais), Luiz Martini Neto. “Vamos marcar esta reunião lá mesmo no bairro”, disse pontuando que é importante que os moradores não deixem de registrar o B.O.

reclamacao bairro monte libanoJudite explica que o documento é importante não apenas em termos estatísticos, mas para direcionar o atendimento. “A Polícia Militar também verifica estes dados”, atenta reforçando que é importante registrar até mesmo os pequenos furtos, por exemplo, de um botijão de gás ou ferramenta. Atentou ainda que verificará com Luiz Martini o que pode ser feito na área verde e em relação à coleta de entulho que se acumula no final da Rua Sebastião dos Santos Godoi.

 

Post anterior

Teatro Tupec terá som e iluminação novos

Próximo post

Campanha divulga lei sobre atendimento a vítimas de estupro