Home»Cidade»Mogi Mirim confirma caso de chikungunya

Mogi Mirim confirma caso de chikungunya

2
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Da Redação 

A Secretaria de Saúde de Mogi Mirim divulgou na tarde desta sexta-feira (20) a confirmação do primeiro caso de chikungunya no município. O paciente é do sexo masculino, de aproximadamente 50 anos, e reside no Parque da Imprensa (Zona Oeste). Ele já foi medicado e repousa em casa.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, a busca ativa já foi iniciada no bairro. “Qualquer espaço ou objeto que, de alguma maneira acumule água, já é propício para a reprodução e adaptação do mosquito Aedes aegypti”, explicou a secretária de Saúde, Rose Silva.

No próximo dia 28, as equipes da Vigilância em Saúde realizarão a Operação “Mosquito Zero” nos bairros da Zona Leste. O objetivo é conscientizar a população sobre a necessidade de eliminar possíveis criadouros. O Aedes aegypti é o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika.

 

Sintomas

A infecção pelo vírus chikungunya provoca sintomas parecidos com os da dengue, porém mais dolorosos. O paciente apresenta febre repentina acompanhada de dores nas articulações. Outros sintomas, como dor de cabeça, dor muscular, náusea e manchas avermelhadas na pele, fazem com que o quadro seja parecido com o da dengue. A principal diferença são as intensas dores articulares.

Mogi Guaçu

Em Mogi Guaçu, a assessoria de imprensa da Prefeitura afirmou que a cidade não tem casos confirmados de chikungunya.

Post anterior

Caminhada Azul e Rosa acontece neste sábado

Próximo post

Conselheiros tutelares sofrem ameaças